Gourmet e Vinhos

Surto de salmonela com origem nos chocolates Kinder conta com 324 casos na Europa

Este é o mais recente balanço das autoridades de saúde europeias. O maior número de infeções foi registado em crianças.
Em Portugal não foi detetado nenhum caso.

Mesmo após o encerramento da fábrica belga da Kinder em abril, o número de casos de salmonela com origem no consumo destes chocolates aumentou. Segundo o mais recente balanço das autoridades de saúde europeias, são já 324 os confirmados. A maioria são miúdos até aos 10 anos.

Segundo o “El Mundo”, do total de casos conhecidos, 266 estão confirmados, enquanto 58 identificados apenas como prováveis. Existem ainda oito casos de salmonela que não estão na origem dos restantes, ou seja, dos produtos que chegaram da fábrica na Bélgica.

“Surgiu também a hipótese de poderem haver outras fontes de infeção, embora de infeções secundárias, que não podem ser excluídas”, explicou o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), aqui citado pelo “El Mundo”.

Desde janeiro que foram identificados vários casos de salmonela, com especial incidência em países europeus. É o caso do Reino Unido, Alemanha, Bélgica, Áustria, Dinamarca, Espanha, França, Suécia, Luxemburgo, Itália e Irlanda. Também no Canadá e nos Estados Unidos da América foram registadas infeções.

Mais de 80 por cento dos casos ocorreu em miúdos até aos 10 anos. Mais de 40 por cento teve mesmo de receber ajuda hospitalar. Todos os casos têm em comum o consumo de chocolates da marca. Ainda se está a tentar perceber que produto pode ser mesmo a causa da salmonela.

“Com o encerramento da fábrica reduziu-se o risco de exposição, mas novos casos podem aparecer devido à longa vida útil e possível armazenamento dos produtos em casa”, continuou a ECDC. 

Em Portugal não foram relatados quaisquer casos. A Ferrero anunciou apenas que no País deixaram de estar à venda os lotes dos artigos em causa. Foram tamnbém retirados alguns produtos do mercado nacional: os Kinder Shokobons, Kinder Surpresa Maxi e Kinder Happy Moments, com data de validade entre 26 de maio e 21 de agosto deste ano.

“Os restantes ovos Kinder Surpresa de qualquer formato, o ovo de Páscoa Kinder Gran Surpresa e todas as restantes marcas Kinder não foram afetados e mantêm-se à venda”, referiu a Ferrero Ibérica.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT