Gourmet e Vinhos

Um dos melhores vinhos do ano em Portugal custa 3,30€ (e vende-se nos supermercados)

A “Revista de Vinhos” voltou a apresentar os habituais prémios anuais. Foram várias as referências destacadas por todo o País.
A escolha foi da "Revista de Vinhos".

São uma espécie de Óscares do vinho e da gastronomia, pelo menos é assim que a “Revista de Vinhos” denomina a entrega dos prémios que anuncia anualmente. Entre várias referências em destaque, distinções a empresas, produtores, mas também enólogos e restaurantes, é elaborada uma lista de com referências nacionais que não custam mais do que 10€.

Ao longo de 2021, a publicação avaliou mais de três mil vinhos. Todos os meses deu visibilidade a algumas sugestões através do selo “Boa Compra”. Na entrega de prémios, que aconteceu esta quinta-feira, 10 de fevereiro, deu a conhecer os 10 vinhos mais bem pontuados desta categoria.

O Bridão Clássico tinto de 2018 é o mais barato desta seleção. Custa 3,30€ e pode ser facilmente encontrado em supermercados e garrafeiras do País. É uma referência da Adega do Cartaxo, da região do Tejo.

Outra das propostas realçadas nestes 10 melhores foi o Pouca Roupa 2020, outro tinto, este da João Portugal Ramos, do Alentejo. Também o consegue encontrar sem dificuldade em lojas que não sejam de especialidade.

A região da Bairrada e do Alentejo acabaram por ser as mais destacadas nesta 25.ª edição destes prémios da “Revista de Vinhos”. O Nossa Solera Desde 2001 Extra Bruto, um espumante da Bairrada, acabou por ser considerado o melhor vinho do ano.

Já o produtor do ano é a Quinta do Monte D’Oiro, da região de Lisboa. A Garrafeira Imperial, que abriu em 2021 no Príncipe Real, foi considerada a melhor loja de vinhos. O Il Gallo D’Oro, no Funchal, Madeira, é o restaurante com o melhor serviço de vinhos. Detém duas estrelas Michelin.

O Vila Foz entrou este ano neste prestigiado guia gastronómico e foi distinguido pela “Revista de Vinhos” como o restaurante do ano.

Carregue na galeria para conhecer as 10 melhores referências de 2021 para a “Revista de Vinhos” que custam menos de 10€.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT