Gourmet e Vinhos

Um prémio de 550€ a cada: o valor que a Jerónimo Martins pagou a mais de 21 mil trabalhadores

A dona do Pingo Doce deu um valor extra aos vários colaboradores em Portugal durante o passado mês de abril.
A empresa opera em Portugal, na Polónia e Colômbia.

No passado mês de abril, os vários funcionários da Jerónimo Martins em Portugal receberam um prémio de 550€. O valor foi pago no passado mês de abril como forma de manifestação de apreço pelo contributo para o desempenho da retalhista o ano passado. Em Portugal contam-se mais de 21 mil trabalhadores, a sua maioria nas cadeias Pingo Doce e Recheio, que o receberam.

“É um reconhecimento do trabalho e do contributo dos funcionários para os resultados obtidos no exercício de 2021″, explica o presidente da empresa Pedro Soares dos Santos em comunicado, aqui citado pelo “Jornal de Negócios”.

Em Portugal, a Jerónimo Martins distribuiu cerca de 11 milhões de euros nestes prémios. A marca está também presente na Polónia e na Colômbia — com um total de 80 mil colaboradores. Nestes países, o desempenho dos funcionários também foi premiado com um valor extra.

Nos últimos cinco anos, a empresa gastou mais de 220 milhões de euros em prémios nos três países em que opera.  

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT