Restaurantes

A próxima noitada no Bairro Alto vai ter encontro marcado na nova Taberna Londrina

O segundo restaurante da marca em Lisboa fica na zona mais cool da cidade. E serve o molho secreto que faz sucesso desde 2014.
Abriu a 7 de outubro.

O que têm em comum os atores Sandra Celas e Rui Santos? Além de terem gravado “Inspetor Max” juntos, encontraram-se com outras celebridades na quarta-feira passada, 19 de outubro, no Bairro Alto. Para tristeza de muitos, não foi porém para um reboot ou novos capítulos da série com o conhecido cão polícia, mas sim para celebrar a abertura de uma nova Taberna Londrina na capital.

O restaurante é dos mais conhecidos no País para quem quer comer francesinhas. Se perguntar onde se pode comer o típico prato e não lhe sugerirem uma destas tabernas, desconfie. Depois de vários espaços na zona norte do País, a marca abriu o segundo restaurante em Lisboa, com o menu e o molho secreto de sempre. Desta vez, elegeu o Bairro Alto como spot por ser um “sítio cool e local de passagem de muitas pessoas, inclusive turistas”, explicou à NiT Gabriel Batista, gerente e coordenador de todas as casas.

O primeiro restaurante da marca abriu em Guimarães em 2014. Cedo se percebeu que seria um projeto de sucesso e está à vista nestes oito anos de funcionamento. Em Guimarães conta com dois espaços, tem um em Famalicão, outro em Braga e dois no Porto, cidade onde chegou em 2019. Na Póvoa do Varzim e em Coimbra também é possível provar as várias sugestões. Em abril de 2021 abriram um espaço no Campo Grande e voltam agora a investir na capital.

A decoração é semelhante à das restantes tabernas, com “os tons cinzentos, madeiras e cordinhas”. Ao contrário da outro local na capital — que conta com 60 lugares em esplanada e 90 no interior — o do Bairro Alto “é bastante pequeno”. No interior tem capacidade apenas para 40 pessoas. “O conceito é o mesmo, tal como os produtos, os fornecedores e o modus operandi”, continua. Afinal, a oferta “é vencedora e, por isso, não se muda”.

Se a Taberna aberta em 2021 na capital tem tido “bastante sucesso”, para a mais recente — inaugurada a 7 de outubro — esperam o mesmo. A nova localização fazia todo o sentido. “Estamos num bairro cool, onde passam bastantes turistas”. E a ideia era mesmo dar a conhecer a francesinha a este tipo de público-alvo. O objetivo? “Levá-la além fronteiras e expandir o nome da marca.”

Com idades entre os 33 e os 40 anos, os proprietários das tabernas continuam a querer manter-se anónimos. Revelam, ainda assim, que abriram o primeiro espaço sem qualquer tipo de experiência na área. Para o segundo, aos dois fundadores, juntaram-se outros dois, desta vez com experiência.

Uma cerveja. É a única diferença no menu. Esta bebida e as cadeiras, que “são mais confortáveis”. “De resto, é tudo a mesma coisa”. Quem visita a Taberna Londrina no Bairro Alto, pode fazê-lo enquanto “pré-party”, garante Gabriel. O horário é igual ao dos outros restaurantes: do meio-dia à meia-noite (de domingo a quinta-feira) e até à meia noite e meia às sextas e sábados. “No coração de Lisboa, é perfeito para um começo da noite”.

Tal como os atores da série que tem fascinado os miúdos há quase 20 anos, Sara Norte, Sara Esteves Cardoso, Quimbe, António Machado, Raquel Loureiro, Ricardo de Sá, João Batista, José Figueiras, Mataya, entre outros, deliciaram-se com a vasta variedade de iguarias. Aqui as francesinhas são o grande destaque da ementa. Tem a especial, que pode ser com bife de novilho (9,40€), hambúrguer de picanha (9,40€), de frango (9,40€) ou com bife do lombo (16,90€). Há também a especial à moda do Porto (14,40€), a vegetariana (11,40€), a D’Antes, com queijo, linguiça, fiambre e pão bijou (5,90€) e a sem bife (7,50€).

Tudo servido com muito molho, claro, e batatas fitas. A dose custa 2,30€ e há ainda a versão com orégãos (2,80€). É para as francesinhas que irá olhar automaticamente, mas se preferir outra coisa, a Taberna Londrina faz-lhe a vontade. O menu inclui saladas de atum e de frango (10,50€), tostas (4,60€), sandes (7€) e pregos em pão bijou ou em bolo do caco (11€). Os hambúrgueres também estão bem representados (a partir dos 8,50€).

Outras das sugestões da Taberna Londrina são os bifes (entre os 10,20€ e os 12,90€). Pode optar entre novilho e lombo e depois escolher o molho. Tem o de cogumelos e natas, mostarda, três pimentas ou o À Taberna, com o molho de francesinha, claro. Tudo isto acompanhado por uma seleção de cervejas. Como entrada pode pedir asas de frango, pão de alho e cachorrinhos da Batalha.

Na porta 24 da Rua do Norte, não há quem saia desiludido. Os comentários deixados pelos clientes nas redes sociais não enganam. “Está lindo” ou “tem a melhor francesinha”, são alguns dos exemplos. E não faltam recomendações para ir conhecer o novo espaço, claro.

Carregue na galeria para descobrir o mais recente restaurante da Taberna Londrina, no Bairro Novo.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua do Norte, 24
    1200-108 Lisboa
  • HORÁRIO
  • De domingo a quinta-feira das 12h à 00h
  • Sexta e sábado das 12h às 00h30
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€
TIPO DE COMIDA
Portuguesa

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT