Restaurantes

Amazónia: a emblemática discoteca Day After transformou-se numa floresta tropical

Trata-se do sítio ideal para quem procura jantar num ambiente descontraído, tomar um copo ao fim do dia ou até dançar.

De 1985 a 2006, milhares de noctívagos de todo o País rumaram em direção a Viseu para dançar pela noite dentro no Day After, um dos mais emblemáticos espaços noturnos nacionais, que até tinha pista de karting. Mais de 15 anos após o encerramento— que nunca foi total uma vez que, pontualmente, continuava a receber festas nostálgicas, ora de verão, ora com a chancela Revenge of the 90’s — o espaço reabriu a 9 de junho. O nome e conceito são novos, mas o objetivo é o de sempre: “ser igualmente marcante”.

Quem o diz é Jorge Costa, administrador da Visabeira Turismo, grupo que detém a propriedade. A Amazónia, como agora se chama, nasce da vontade “de melhorar a oferta de restauração em Viseu, com algo distinto, mais cosmopolita. Essencialmente, queríamos oferecer uma experiência diferente da gastronomia tradicional que, modo geral, impera na cidade”, conta.

Não ambicionam, contudo, ser apenas um restaurante, “mas um espaço de convívio em que as pessoas tanto podem jantar como tomar um copo e dançar”, acrescenta. O caril de caranguejo de Moçambique (29,5€), uma das estrelas da carta, “é o prato que tem feito mais sucesso”. Há, ainda assim, muito mais para provar, de várias combinações de peças de sushi (a partir dos 9€) ao rodízio à brasileira (27,5€).

Para sobremesa, a delícia de frutos vermelhos e Magnum (6,5€), a panna cotta de líchia, goiaba e coco (6,5€) e o duo de mousses de chocolate e amendoim (7,5€) são algumas das opções. Tudo pode ser acompanhado com as clássicas — e mais populares — caipirinhas e caipiroskas, ambas a 7€, ou pelo Moscow Mule, vodka com ginger beer e lima (9€), por exemplo.

Além das possibilidades gastronómicas e de entretenimento que oferece, a Amazónia merece uma visita só pela decoração, onde reinam os tons e elementos tropicais, bem a condizer com o nome. Não se surpreenda, portanto, quanto se deparar com macacos e elefantes em tamanho real por todo o recinto, com cerca de 220 lugares.

A animar o ambiente, há DJ nas quintas e sextas-feiras. Ao sábado, pode contar com música ao vivo até à uma da manhã, hora a que encerra este espaço multifacetado que, à semelhança do anterior, quer continuar “a marcar a diferença na região”. Para já, o feedback tem sido positivo, adianta Jorge. Agora, é deixar a festa seguir.

Carregue na galeria para descobrir esta Amazónia em plena cidade de Viseu.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Estrada Nacional n.º 2, Vermum Campo 3510-512

    3510-512 Viseu
  • HORÁRIO
  • Quinta-feira das 19h30 à meua-noite. Sextas e sábado das 19h30 à uma.
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT