Restaurantes

Aos 74 anos, Arnaldo Azevedo reabre o popular Toca da Formiga em Ermesinde

Restaurante nortenho esteve fechado durante um ano, mas o proprietário ultrapassou cirurgia ao coração e já está de regresso à cozinha.
Após interregno por motivos de saúde, Arnaldo Azevedo reabriu restaurante.

Quando adoras o que fazes, qual a altura certa para parar? Provavelmente nunca, como vos dirá Arnaldo Azevedo. O proprietário e cozinheiro da Toca da Formiga, em Ermesinde, enfrentou um problema cardíaco já depois dos 70 anos, mas felizmente conseguiu superar as dificuldades, após cirurgia ao coração. Por causa disso, o restaurante fechou quase durante um ano. E o que poderia ter sido o final da história revelou-se apenas uma interrupção.

“É com enorme felicidade que voltamos a abrir as portas da Toca da Formiga, um espaço muito querido para toda a nossa família”, conta o empresário à NiT, para dar a notícia deste final de ano.

Aliás, foi logo dois anos após a abertura, a 11 de junho de 1983, que a família cresceu. “Precisamente no mesmo dia, nasceu o nosso filho, que viria a descobrir aqui a sua paixão pela cozinha.”

Arnaldo Azevedo, filho, depressa mostrou que tinha a quem sair, uma vez que enveredou pela carreira paterna. Deu os primeiros passos na cozinha da Toca da Formiga, sendo hoje responsável pelos dois espaços de restauração do Vila Foz Hotel & SPA, no Porto: o Flor de Lis e o Vila Foz, este último distinguido com uma estrela Michelin. E é ele que explica à NiT como nasceu o negócio da família.

“A ideia de criar a Toca foi um sonho antigo. Os meus avós saíram do centro do Porto para Ermesinde e construíram uma casa dividida em três frações. O meu pai, que já trabalhava em hotelaria, decidiu abrir um restaurante no rés-do-chão. Os meus avós tinham uma tasca, daquelas à moda antiga, e o meu pai já estava com esse bichinho.”

O nome foi criado por causa da localização da casa. “A zona chamava-se na altura Rua da Formiga e era um sítio bastante escondido. O meu pai estava na indecisão sobre o nome, veio daí a inspiração e ficou Toca da Formiga.”

Depois da pausa que durou quase um ano, a Toca reabre agora para comemorar quatro décadas de existência, liderada pelo dinâmico Arnaldo de 74 anos. “Foi só mesmo esperar o tempo de o meu pai recuperar da cirurgia para voltar a abrir, porque continua com o bichinho da restauração bem vivo. Claro que agora num regime mais calmo, só três dias por semana, mas mantemos a atividade, porque ele não se consegue ver sem aquilo.”

Bastante popular na zona que circunda Ermesinde, o restaurante apostou sempre em pratos típicos que variavam no tempo. “Toda a vida o meu pai fez a carta mediante aquilo que encontrava no mercado, tanto peixe como carne. Hoje em dia continua a fazer o mesmo registo: tem aqueles clássicos fixos, mas sempre pratos aleatórios à medida dos melhores produtos que vai encontrando.”

Assim, dependendo da estação, é possível encontrar na Toca da Formiga propostas como, por exemplo, arroz de peixe (robalo ou garoupa), arroz de polvo, bochechas de porco preto em vinho tinto, naco de boi com queijo da Serra, lombo de boi na frigideira e arroz de costelinhas em vinha de alhos. Nos doces, prepare-se para escolhas bem tradicionais, como pudim Abade de Priscos e mousse de chocolate.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Chãos 516
    4445-416 Ermesinde
  • HORÁRIO
  • 12 às 15h (quarta a sexta)
  • (encerra de sábado a terça)
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€
TIPO DE COMIDA
Portuguesa

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT