« Às sextas, este rooftop em Lisboa vai transformar-se num estúdio de ioga

Orteá

Agora é por Orteá – Vegan Collective que o Botanista é conhecido. O restaurante foi inaugurado em 2018. Três anos depois, deixou de ser apenas um espaço de restauração e pastelaria com opções baseadas em plantas. Lá dentro encontram-se novos inquilinos: a queijaria (vegan) artesanal Eva; a mercearia Pistácio; e a Era, com produção de kombuchas — a bebida feita à base de chá fermentado.

Na Pistácio são várias as opções a granel disponíveis. Muitas chegam de pequenos produtores locais. Funciona ainda como uma espécie de despensa do projeto, já que o restaurante usa vários produtos da época.

É aqui que estão à venda os queijos vegetais da Eva. A marca foi criada no último ano, durante o confinamento, e ganhou na Orteá um espaço de produção. Todas as opções são feitas à base de caju fermentado. Antes de os comprar, pode prová-los no restaurante: fazem parte da carta de entradas e da confecção de alguns pratos.

Morada: Rua Dom Luís I 19C, 1200-109 Lisboa

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT