Restaurantes

ASAE suspendeu 5 restaurantes de sushi por violarem as regras

A fiscalização a 60 operadores económicos levou à instauração de 25 processos de contraordenação.
A Operação Sashimi decorreu ao longo das últimas semanas.

Nas últimas semanas, a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) realizou uma operação de norte a sul do País para verificar o cumprimento das regras estabelecidas para a atividade de restauração e bebidas. A Operação Sashimi focou-se na confeção de sushi e outros pratos nos quais os produtos da pesca não se apresentem totalmente cozinhados.

“O facto de estas refeições serem alteradas e incluírem ingredientes que são ingeridos crus, aumenta o potencial de risco ao qual os consumidores estão sujeitos”, explicou a organização, num comunicado enviado às redações este sábado, 20 de novembro. Nos espaços que servem este tipo de produtos, o cumprimento de todos os requisitos de higiene e segurança deve ser assegurado, bem como analisados os perigos.

A fiscalização a 60 operadores económicos levou à instauração de 25 processos de contraordenação, destacando-se como principais infrações a inexistência de processos baseados nos princípios do HACCP (Análise de Perigos e Controlo de Pontos Críticos), a violação de deveres gerais e a falta de comunicação prévia.

No decorrer da Operação Sashimi, a ASAE ordenou a suspensão de cinco estabelecimentos, maioritariamente por violação dos deveres gerais. 

“A ASAE, enquanto órgão de polícia criminal e autoridade de fiscalização de mercado, continuará a desenvolver ações de fiscalização, no âmbito das suas competências, em todo o território nacional em prol de uma sã e leal concorrência entre operadores económicos e na salvaguarda da segurança alimentar e saúde pública para os consumidores”, declarou a autoridade.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT