Restaurantes

Astro Ramen: no novo paraíso da sopa japonesa irá sentir-se numa tasca em Tóquio

O ambiente do espaço lisboeta é muito acolhedor e todo o processo de preparação da especialidade decorre mesmo à sua frente.
É igual ao ramen que comeria no Japão.

Não há maneira melhor de aprender algo do que observando quem sabe o que faz. Foi o que aconteceu com David Gomes. É português mas, a 20 de junho, abriu um restaurante de ramen, no mercado se São Bento. Não tirou nenhum curso de especialização para o fazer. Em vez disso, foi aprendendo aquela arte ao longo dos dois anos (2018 e 2019) em que viveu na Austrália.

“Vivi na Austrália e lá existe uma grande afinidade e proximidade com o Japão. Existem muitos restaurantes underground, quase como se fossem tascas, de ramen. Foi assim o meu primeiro contacto”, conta à NiT. Naquele país, foi criando amizades com diferentes japoneses, e era nas suas cozinhas que observava a criação do ramen.

Quando voltou para Portugal, em 2020, mesmo antes da pandemia, já tinha todos os conhecimentos que necessitava. É pouco provável que nunca tenha ouvido falar de ramen. É o prato favorito de várias personagens icónicas da cultura popular, como o ninja Naruto, que comia taças e taças e, mesmo assim, continuava com fome. Esta popularidade também se verifica no nosso País. Por aqui, já existem vários restaurantes cujo foco é aquele mesmo prato.

“É uma sopa original da China, que foi adaptada pela comunidade japonesa, onde se tornou muito famosa. Leva noodles e vários outros ingredientes. O caldo é feito à base de ossos de animal, como porco e vaca”, explica o também chef de 37 anos. Pode acrescentar vários produtos diferentes, conforme o seu gosto. Os ovos e os rebentos de soja são algumas das opções mais comumente pedidas pelos clientes. Depois, é tudo feito na mesma panela que o caldo.

O Astro Ramen seguiu o design típico, num espaço pequeno e intimista, mas muito acolhedor. No interior consegue receber quatro pessoas, que se sentam ao balcão enquanto apreciam a confeção dos pratos. Vai-se sentir como se estivesse numa rua japonesa, iluminada pelos neons. E como se localiza dentro do mercado de São Bento, tem também outros lugares fora do Astro, partilhados por todos os restaurantes.

David preferiu ter uma ementa pequena, mas com criações que já consegue fazer de olhos fechados. Tem o ramen tradicional, feito com porco, outro de frango e uma abordagem vegetariana, que é feita com dumplings. Custam todas 9€. Como entrada tem os edamames (2,50€) e para beber uma cerveja tradicional japonesa, chamada Asahi (2,50€), ou limonada caseira (2€). A sobremesa é gelado de matcha artesanal (2€).

Carregue na galeria e conheça o novo paraíso do ramen em Lisboa.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Nova da Piedade, 101
    1200-817 Lisboa
  • HORÁRIO
  • Terça e quinta-feira das 12h30 às 15h e das 19h às 22h
  • Quarta-feira, sexta-feira e sábado das 19h às 22h
PREÇO MÉDIO
Menos de 10€
TIPO DE COMIDA
Japonesa

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT