Restaurantes

Babel: o novo restaurante do Porto onde também é possível “dormir como em casa”

Fica a dois minutos a pé do Plano B, uma das discotecas mais emblemáticas da cidade. Servem pratos de vários locais do mundo.
As três mulheres que lideram a Babel.

Há quase 20 anos, o Porto ganhava uma discoteca que vinha mudar o panorama nacional. O Plano B mantém-se firme como um dos bares marcantes da cidade e agora ganhou uma irmã, onde os clientes podem jantar antes de descerem à Baixa para dançarem noite dentro. A Babel, que junta restaurante e guest house, foi inaugurada a 17 de novembro.

O nome do espaço é, frisa Joana Ferreira, do género feminino e justifica porquê: “Não é uma manifestação de feminismo, de todo. Mas o negócio é liderado por mulheres e é visto como a nossa menina. Além disso, é incomum e fica no ouvido”.

A designer de moda de formação e antiga porteira do Plano B nunca pensou trabalhar no ramo da restauração. Porém, quando os sócios lhe lançaram o desafio, não tinha como recusar. “Trabalho com os proprietários do bar há mais de 12 anos e, em simultâneo, fui gerente de espaços ligados à moda e trabalhei também no Portugal Fashion”, conta à NiT.

Gerir um restaurante e uma guest house é algo muito diferente de tudo o que tinha feito. Porém, o potencial do negócio, assim como o voto de confiança dos sócios, aliciou-a. “Embora seja preguiçosa, adoro cozinhar e receber pessoas em casa, por isso, achei boa ideia colocar-me à prova. Além disso, tenho uma grande ligação com as pessoas envolvidas.”

O projeto estava na gaveta há cerca de um ano, sobretudo porque existiam pontos que não queriam abdicar. Um deles era a localização. “A Babel fica a dois minutos a pé do Plano B e a proximidade era um fator essencial. Os clientes podem jantar aqui, ir até ao bar e depois voltar para dormir num dos seis apartamentos que temos”, adianta Joana Ferreira. Assim que viram que um antigo negócio do género tinha abandonado o prédio na Rua dos Caldeireiros, não deixaram escapar a oportunidade.

“Adorámos tudo no espaço, incluindo a decoração. Quando falámos sobre criar a Babel chamámos logo a Iolanda Lourinha e a chef Ana Leoa. O resto definimos nós as três, transformámos algumas coisas para ficar com a imagem que sonhávamos.”

Começaram por fazer algumas obras nos apartamentos e adaptaram o restaurante para receber um lounge, onde pretendem lançar projetos de música, livros, jantares vínicos e até workshops de barmans. Depois montaram o primeiro menu — sim, porque a ideia é que seja dinâmico e sazonal.

“Se tivéssemos que definir o nosso tipo de cozinha, diríamos que é do mundo. A Ana viveu muitos anos na Austrália e noutros países, trazendo muita inspiração e influência dos quatro cantos do globo”, explica Joana.

Contudo, os pratos que se destacam são os portugueses. “As Moelinhas (7€) têm sido um sucesso, a par da Focaccia com Azeitonas (4€), feito com pão caseiro.” Isto para entrada, porque para prato principal a estrela tem sido a Massada de Borrego (20€), noodles de borrego assado com chili oil, couve pak choi, ervas frescas e amendoins, o Peixe Raw Raw (12€) que é um tártaro de peixe e o Bisque Disse (19€), um arroz de marisco especial.

O espaço tem 120 metros quadrados e consegue receber até 48 pessoas em simultâneo. Porém, a gerente garante que é possível “oferecer a sensação de estar em família”. “A Babel é muito acolhedora e as salas parecem fazer parte das que temos em casa”, adianta.

Além disso, a lista de propostas inclui novidades diariamente. “Temos especiais do dia, tanto no bar como na cozinha e são sempre surpresas.” Porém, quando lá for jantar, o melhor é levar companhia: as doses são generosas e pensadas para partilhar.

A acompanhar há cocktails pensados por Iolanda. “Todos têm nomes engraçados e temas diferentes.” Contudo, se preferir também há vinho. A carta é curta, adianta a gerente, mas abrange todas as regiões de Portugal, incluindo as ilhas. “Temos um rótulo especial dos Açores, que custa 42€.”

A Babel vangloria-se de “ser portuense e espelhar o que há de melhor em Portugal”. “Temos um grande orgulho quando falámos da nossa comida e dos nossos locais. É isso que queremos transmitir aos clientes que nos visitam”, adiantam.

E quem lá vai tanto pode comer, como descansar — ou ambos. O negócio inclui uma guest house com seis apartamentos. Quatro deles são suites e dois são maiores, com dois quartos. As reservas estão disponíveis online, no Booking, ou no Expedia. Mas, caso vá a passar e haja disponibilidade, também pode reservar na hora.

Carregue na galeria para ver mais imagens da Babel, a dois passos de uma das discotecas mais conhecidas do Porto.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua dos Caldeireiros 100
    4050-137 Porto
  • HORÁRIO
  • Quarta a domingo das 18h às 00h
PREÇO MÉDIO
Entre 30€ e 50€
TIPO DE COMIDA
Comida do mundo

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT