Restaurantes

Burger King abre dois novos restaurantes onde a carne não é bem-vinda

Em vez dos hambúrgueres feitos com proteína animal, vai encontrar criações à base de plantas, como o Veggie Whopper.
O espaço perfeito para os vegan amantes de fast food.

Em junho de 2021 a Burger King juntou-se à Unilever para a criação de um projeto piloto único na história da marca: um restaurante onde não entra carne. O espaço em Colónia (na Alemanha) foi um sucesso. Agora, a marca prepara mais aberturas semelhantes na Suíça.

Os novos estabelecimentos de fast food feita à base de plantas vão ser inaugurados em Basileia e Genebra. No menu criado com a The Vegetarian Butcher (marca que cria “carne” vegetariana com sabor a carne animal) vai encontrar o Long Vegetal, Veggie Whopper, Veggie Nuggets e várias propostas inspiradas na culinária cajun (típica do sul dos Estados Unidos e que distingue pela utilização de especiarias como a pimenta de Caiena, o colorau e o tomilho) como o Cajun Veggie e o Long Cajun Veggie.

“Depois de vários pedidos, os restaurantes totalmente vegetarianos da Burger King aterraram na Suíça. Desta vez abrimos dois deles”, diz o The Vegetarian Butcher nas redes sociais. Os estabelecimentos estarão abertos até 23 de junho.

As duas localizações também vão disponibilizar gelados da Ben & Jerry’s sem lactose. Além da tentativa de adaptação a novos regimes alimentares, a iniciativa da Burger King pretende reduzir o seu impacto ambiental, adiantando que os hambúrgueres à base de plantas emitem menos 90 por cento de emissões de dióxido de carbono.

“Estes detalhes podem não fazer crescer água na boca, mas estamos convencidos que a comida sabe melhor quando é saboreada de consciência tranquila. Então, qualquer que seja a razão para se tornar vegetariano, nós estamos lá para o ajudar”, diz a empresa de fast food, citada pelo “The Beet”.

A gigante da restauração tem apostado cada vez mais neste estilo de alimentação (e de vida). Antes de chegar à Suíça, já tinham feito testes num restaurante em Madrid (Espanha), em outubro do ano passado. Ali, serviram o Long Vegetal (uma variaçãodo Long Chicken) e o Whopper sem carne — mas igualmente saboroso. Estas duas propostas estiveram disponíveis durante um mês.

Em março deste ano estrearam o conceito em Inglaterra, mais especificamente em Londres, em março deste ano. Durante cerca de um mês, os clientes puderam saborear algumas opções à base de plantas, bem como a nova maionese vegan. O restaurante pop-up foi um êxito e rapidamente começaram os pedidos para que a iniciativa se prolongasse.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT