restaurantes

California Roll: a história secreta da peça de sushi mais famosa do mundo

Não foi criada nos Estados Unidos, mas sim no Canadá. Nada tem a ver com a Califórnia, embora tenha sido pensada por um japonês.
É uma das mais conhecidas em todo o mundo..

Pode parecer estranho que uma das peças de sushi que a maioria das pessoas conhece pelo nome foi pensada para quem não gostava de peixe cru, o elemento de domina grande parte dos restaurantes desta cozinha asiática. O california roll pode surgir em vários espaços com elementos diferentes e muitas vezes quase nenhum tem a ver com a combinação original criada pelo japonês Hidekazu Tojo, atualmete com 70 anos.

Em caso de pergunta no Trivial Pursuit, a aposta mais provável para quem não sabe a resposta seria afirmar que a peça foi criada no estado da Califórnia. Estaria errado. O seu local de origem foi mesmo o Canadá, país onde foi foi servida pela primeira vez. O Jinya, em Vancouver, era um restaurante de comida japonesa, apesar da maioria dos visitantes não serem grandes fãs de algas e de peixe cru.

“Eu pensei: ok, não gostam de algas, então vou escondê-las”, explicou Hidekazu Tojo à revista “Insider”. Começou a fazer os rolos de sushi com a alga no interior e com o arroz por fora, e não ao contrário como se vê na maioria das sugestões. Numa das primeiras versões que fez juntou caranguejo real, que ainda faz parte da receita que serve atualmente no Tojo’s, em Vancouver.

Abacate, ovo, espinafres e sementes de sésamo por fora compõem a sugestão. No seu restaurante não recebe o nome de california roll mas de Tojo roll. A peça começou a ter sucesso quando foi criada nos anos 70. A mudança de nome, ou como começou a ser conhecida, deveu-se às comunidades japonesas e aos media do país asiático que o começaram assim a designar. Em muito contribuiu também a entrada deste tipo de comida nos Estados Unidos.

Tem um restaurante no Canadá.

A peça está em tudo o que é restaurantes de sushi, não na sua forma original, com caranguejo, mas com delícias do mar. “Não se limitaram a copiar, mas sim a torná-la numa versão mais barata”, explicou.

Tojo tentou registar a criação já nos anos 90, com o seu nome, mas acabou por não conseguir. Hoje em dia não se importa que a peça que criou esteja massificada. Sabe que foi ele que a inventou, assim como começou os rolos com a alga no interior ou pelo menos assim acredita.

Apesar de a grande maioria reclamar a criação para Hidekazu Tojo, a verdade é que existem mais chefs que dizem o mesmo. Segundo a revista “The Daily Meal”, Ken Seusa, do Kin Jo, diz que nos 1960 já tinha feito experiências do género. Já Ichiro Mashita puxa o bago de arroz ao seu sushi e diz que começou a fazer a peça quando abriu o restaurante  Tokyo Kaikan, nos anos 70.

Esta guerra nunca levou a lutas de pauzinhos em riste e Tojo sempre ficou com a soja, ou os louros, melhor dizendo. É natural de Kagoshima, no Japão, onde com 12 anos já sabia cozinhar várias especialidades. Os amigos diziam que era um trabalho de menina, mas nunca se importou.

A peça ganhou outras combinações.

Deixou a terra dos pais e foi para Osaka para se tornar chef. O principal objetivo sempre foi sair do país que achava estar em sofrimento devido à Segunda Guerra Mundial. Em 1971 surgiu a oportunidade de vir para o Canadá, até Vancouver. Tinha apenas 21 anos quando soube que estavam à procura de chefs japoneses na cidade.

Depois de alguns trabalhos, ainda regressou a Osaka, mas percebeu que era no Canadá que queria continuar a fazer sushi. No restaurante Jinya deparou-se com os canadianos que não gostavam de peixe cru e algas e deu-lhes a sua criação, o california roll ou o Tojo roll, como quiser.

Esse espaço acabaria por fechar, mas o chef ficou pela cidade e abriu um restaurante em nome próprio que já mudou várias vezes de localização, a última em 2007. É no número 1133 da West Broadway que ainda pode provar o california roll original.

Ainda faz a receita original que criou.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT