Restaurantes

A casa onde nasceu Isabel II é agora um restaurante chinês com estrela Michelin

O edifício foi bombardeado durante a Segunda Guerra Mundial. Hoje recebe um espaço da prestigiada cadeia Hakkasan.
Tem uma estrela Michelin

Nem no Palácio de Buckingham e muito menos no Castelo de Windsor. Isabel II, a monarca que morreu esta quinta-feira, 8 de setembro, nasceu num local muito mais modesto, há 96 anos.

Foi no número 17 de Bruton Street, no bairro de Mayfair, em Londres, que a rainha mãe britânica deu à luz a sua primeira filha. A casa pertencia aos avós maternos de Isabel II e, ainda hoje, exibe uma placa que assinala o local onde “se ergueu a casa do Earl de Strathmore e Kinghorne, onde Elizabeth Alexandra Mary Windsor, mais tarde conhecida por Sua Majestade, a Rainha Isabel II, nasceu a 21 de abril de 1926”.

Pouco resta da velha casa, que sofreu as consequências dos brutais bombardeamentos nazis durante a Segunda Guerra Mundial. Após a guerra, o edifício haveria de ser reconstruído com uma nova configuração, a atual, onde hoje é possível jantar num dos mais requintados restaurantes londrinos.

Os pais de Isabel II, afastados da linha sucessória direta ao trono, decidiram fixar residência nessa casa, semanas antes do nascimento de Isabel. Tudo mudaria a partir do momento em que o seu tio, o rei, decidiu abdicar do trono — uma decisão que entregou a coroa ao pai, Rei Jorge VI, e que a colocaria na linha direta de ascensão ao maior título da monarquia britânica.

Hoje, no número 17 de Bruton Street, mora o segundo restaurante londrino da cadeia Hakkasan, que chegou a Londres em 2010, mas tem um total de 10 espaços em três continentes. Aplaudido pelos críticos, faz parte de inúmeros guias de restaurantes de fine dining da cidade e o restaurante de Mayfair tem mesmo uma estrela Micheli, conquistada em 2012.

O outro espaço londrino, o Hanway Place, mantém a sua estrela intacta desde 2003. Descreve-se como “um espaço de cozinha moderna cantonesa”, embora contenha na carta pratos especiais como mini lagostas da Nova Zelândia ou pato assado com trufas.

Já no Guia Michelin, é descrito como “um sedutor spot subterrâneo” com uma “entrada discreta”, que nos “transporta imediatamente para um local exótico”. Os críticos do guia elogiam o dim sum no piso térreo, mas também a sala de jantar no piso de baixo, “marcadamene mais sexy” graças à decoração e iluminação. “A cozinha é sofisticada, equilibrada e incrivelmente deliciosa.”

O espaço gaba-se também da perícia dos seus barmen “de qualidade mundial” e dos cocktails que complementam a carta. Segundo o guia, uma refeição pode custar entre 90€ a 180€.

Imagens do nascimento de Isabel II, no 17 de Bruton Street

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT