restaurantes

Clientes com certificado digital impedidos de entrar em restaurantes por erro técnico

Estão a haver falhas nas leituras dos QR Code que mostram que os documentos estão inválidos e até dados como expirados.
A medida não está a agradar o setor.

Mesmo passados os 14 dias após a segunda dose da vacina, há certificados digitais que estão a dar erro na leitura dos QR Code. A situação já deixou vários clientes à porta de restaurantes, sem conseguirem fazer uma refeição ao fim de semana. Há problemas técnicos que os próprios espaços de restauração não podem resolver.

Segundo a “TSF”, há documentos que estão a aparecer como inválidos, outros até como expirados, mesmo a pessoas com a vacinação completa. Este tipo de erro já chegou a ser reportado por vários restaurantes nas últimas semanas.

“Muitos empresários têm-nos feito chegar este erro, que é um erro técnico e que nada tem a ver com a questão da validade do próprio certificado. Estamos a falar aqui, talvez, dos servidores, de algumas falhas de algoritmos dos programas informáticos. Isto são questões que nos ultrapassam, mas tem sido um verdadeiro terror”, explica Daniel Serra, presidente da Pro.Var, a associação nacional de restaurantes.

Daniel Serra não vê que esta medida traga melhorias para o setor, só mesmo prejuízos. “Houve aqui uma debandada, os clientes deixaram de frequentar as salas interiores, houve uma quebra nas salas na ordem dos 90 por cento, e até se observou um grande número de restaurantes a encerrar ao fim de semana, coisa impensável numa época alta. Portanto, esta medida revelou-se, realmente, um pesadelo para a restauração.”

Esta quinta-feira, 29 de julho, há nova reunião do conselho de ministros em que serão aprovadas novas medidas. O presidente da Pro.Var espera que esta obrigatoriedade seja retirada.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT