Restaurantes

Concorreram ao “Hell’s Kitchen”, ficaram amigos e abriram um restaurante em Braga

O Partilha abriu em outubro no centro histórico da cidade. Tiago Madeira, Maurício e Carlos Fernandes são os responsáveis.
Tiago Madeira, Maurício Horsth e Carlos Fernandes estiveram no programa da SIC.

Parece que voltámos à primeira edição de “Hell’s Kitchen” em Portugal. Na altura, três concorrentes abriram um restaurante juntos depois de saírem do programa. O mesmo aconteceu na segunda temporada do reality show de Ljubomir na SIC. Tiago Madeira, 21 anos, Maurício Horsth, 33 — conhecido por MauMau —, e Carlos Fernandes, 25, inauguraram em outubro o Partilha, no centro histórico de Braga.

“Ainda dentro da casa, em gravações, demo-nos muito bem e começámos a colocar a possibilidade de abrirmos um restaurante juntos. Foi fluindo, até que surgiu a oportunidade de abrirmos em Braga este projeto”, explica à NiT Tiago Madeira.

A ideia inicial passou por criarem um espaço em Lisboa, mas o destino levou-os mais para norte. “O MauMau morava em Braga e descobriu um espaço mesmo no centro histórico: rústico, disruptivo e com alma. Apaixonámo-nos rapidamente e fizemos remodelações para puxar mais aquele lado medieval.”

O projeto abriu em outubro, mas as obras duraram os quatro meses anteriores. MauMau era o único que já tinha trabalhado na cidade. Tiago. antes deste restaurante e da participação no programa, tinha estado noutro espaço em Lisboa. Por outro lado, Carlos trazia a experiência de seis anos de cozinha na ilha Terceira, Açores, onde nasceu.

“Queremos muito conjugar o antigo com o contemporâneo. O serviço é delicado, mas descontraído. Tentamos rentabilizar ao máximo todos os produtos. Por exemplo, a chef de bar, a Helena Pereira, aproveita as cascas que utilizamos para fazer jus de camarão e transforma num cocktail.”

Na cozinha trabalham todos de forma idêntica e nenhum assume a personagem de Ljubomir. “Temos a sorte de nos complementarmos, tanto a trabalhar como a criar pratos. E depois temos toda uma equipa por trás, que está connosco todos os dias.”

Quando abriram o Partilha ainda ninguém os tinha visto na televisão, uma vez que o programa apenas estreou no início de janeiro de 2022. Ainda assim, tiveram bastantes clientes e vários dias completamente preenchidos.

“O feedback tem sido muito positivo. Felizmente já temos alguns dias lotados, por isso estamos a recomendar fazer a reserva com antecedência”, alerta Tiago. Só tem capacidade para 38 clientes no interior.

Como se percebe pelo nome do restaurante, esta é uma cozinha para partilhar à mesa, mas também ao mesmo tempo de autor, com um toque de criatividade e com referências da gastronomia nacional, com a qual os três chefs estão familiarizados.

Os best sellers são sem dúvida as moelas crioulas (7€) e o arroz de polvo (14€). Nas sobremesas, a beterraba (7€), os sorbets e os gelados (3€) que são feitos por nós também são bastante pedidos.”

Outras das opções que pode pedir são as gambas ao alho, com limão, pulmões fritos e o tal jus de camarão (15€), as moelas com lima e molho de chili (7€) ou as cenouras assadas com pesto, tofu fumado e caju tostado (5€). A cozinha prepara ainda um menu executivo durante a semana com pratos que foram feitos precisamente no “Hell’s Kitchen”. Custa 20€.

Na parte da carta reservada para as sobremesas, tem o cremoso de avelã com sorbet de beterraba, crumble de lima e queijo da Ilha (7€) ou a mousse de chocolate com gelado de amêndoa caramelizada (6€).

Neste momento, os três amigos já começaram as obras para abrir um segundo espaço na cidade, que terá um conceito diferente do Partilha. Ainda assim, por enquanto, querem consolidar este projeto e trazer novidades, sobre as quais não podem falar. “Já temos outras coisas em andamento. Não podemos revelar, mas vai adoçar a vida de muitas pessoas.”

Carregue na galeria para conhecer melhor o novo Partilha.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    R. Dom Frei Caetano Brandão 95, 4700-424 Braga
    4700-424 Braga
  • HORÁRIO
  • Das: 12:00
  • Às: 15:00
  • Das: 19:00
  • Às: 23:00
  • Fecha domingo e segunda.
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€
TIPO DE COMIDA
Portuguesa, Autor

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT