restaurantes

De Levant: o novo restaurante do Médio Oriente onde tudo passa na grelha

Os responsáveis pelo Tantura abriram mais um conceito em Lisboa onde os grelhados são a grande especialidade.
Há muito para provar no novo espaço do Bairro Alto.

Abrir um restante numa altura de pandemia não é fácil, mas Elad Bodenstein gosta de pensar positivo. “É mais difícil nestes tempos, mas temos de olhar para o futuro e perceber onde é que podemos chegar.” Há três anos inaugurava com o marido Itamar Eliyahuo, ambos com 41 anos, o Tantura, dedicado a especialidades de Israel. Em agosto de 2020, o Bairro Alto volta ser a zona escolhida de Lisboa para estrear mais um projeto, o De Levant.

“Quisemos trazer outro conceito de Israel e do Médio Oriente, este muito mais focado na grelha e no carvão”, explica à NiT. A ementa é totalmente diferente da do Tantura, apenas o húmus está nos dois lados, mas ainda assim a receita é diferente.

Nos sabores, o casal trouxe mais uma vez de Israel as várias especiarias que dão o toque perfeito a tudo o que possa provar. A grelha e as brasas fazem o resto do trabalho. Ali encontra tanto sugestões de carne como os vegetais, daí que algumas da sugestões do menu do novo De Levant sejam vegan, e estão assim mesmo descritas na carta.

“Quisemos um espaço onde todos pudessem comer, sem qualquer restrição.” A refeição tem de começar com o bread basket, uma espécie de couvert logo com muito sabor. Junta um pão caseiro, com cebola e espinafres assados, queijo, molho de manjericão e iogurte, grão, tahini e tomate (5,80€).

Depois, também como entradas, há baba ganoush, feito com beringela grelhada com tahini e romã (4,40€), a salada de beringela com maionese, tomate, pepino e cebola (4,70€), ou a beringela marinada numa mistura de vinagre e alho (2,50€). Por aqui já deu para perceber que os sabores são bastante mediterrâneos também, ou não chamassem também ao espaço de mediterranean grill.

Bread basket (5,80€)

Já nos pratos principais pode optar entre os cubos de frango marinhados com um chimichurri do Médio Oriente (9€), o frango marinado com chili e coentros (9€), ou a carne de vaca também numa marinhada especial (16€). Todas estas opções passam pela grelha para cozinhar.

Nas sugestões de acompanhamento tem  beterraba, cenoura e o aipo grelhados co zaatar e tahini (6,25€), o arroz de lentilhas com cebola assada (3,20€), ou as batatas assadas no forno (2,80€).

E como dissemos que tudo passa grelha, também estávamos a falar das sobremesas. É o caso das grutas grelhadas e servidas com um molho caseiro de framboesas (4,75€).

O restaurante tem neste momento capacidade para 50 pessoas. Numa época normal pode chegar às 80. A decoração também tem vários elementos inspirados na cultura de Israel e do Médio Oriente. Convidaram artistas para embelezar as paredes e o azulejo foi um dos materiais mais usados.

E se Tantura era o nome da vila onde viviam em Israel, o nome De Levant também têm uma inspiração geográfica. “Levant é o nome que se dá a uma zona do Médio Oriente, que junta vários países. Aqui quisemos transmitir essa união de etnias à mesa.”

Para o novo restaurante, ao casal juntou-se ainda a irmã de Elad. Itamar e Elad já tinham em Israel uma empresa de catering. Vieram passar a lua de mel a Portugal e por cá decidiram ficar para abrir um restaurante em 2017, o Tantura. Três anos depois surge mais um projeto, o De Levant.

Carregue na galeria para conhecer melhor o novo De Levant.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Travessa Fiéis de Deus, 28, Lisboa

    1200-334 Lisboa
  • HORÁRIO
  • Das: 18:00
  • Às: 23:00
  • Fecha segunda
PREÇO MÉDIO
Entre 20€ e 30€
TIPO DE COMIDA
Médio Oriente

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT