Restaurantes

Eating Bear: o novo restaurante de crus, onde não há fogão na cozinha

A ementa é inspirada na dieta do urso e está dividida pelas quatro estação. O único elemento de fogo é dado pelo maçarico com o qual são feitos fumados. Depois há muitos crus, como carpaccios, saladas, queijos e enchidos.

O novo restaurante da Baixa de Lisboa nunca vai sofrer com falta de gás ou eletricidade. Toda a carta do Eating Bear é preparada com elementos crus. Há muitas saladas, tábuas de enchidos e carpaccios. Na cozinha, ou melhor, na zona de preparação dos pratos, só entra um elemento de fogo, o maçarico, com o qual são feitos fumados e braseados, que também estão disponíveis no menu.

O Eating Bear abriu no início de novembro e pertence à Adhoc Wine, a mesma empresa responsável pelo The Lisbon Walker, a loja que vende sapatos artesanais para homem e vinhos — tudo no mesmo espaço — e que fica mesmo ao lado do novo restaurante, na Rua da Madalena. O nome não foi escolhido ao acaso.

Toda a carta foi inspirada na dieta do urso ibérico (parte da receita até vai para projetos sociais que o protegem), está divida pelas quatro estações e usa alguns dos ingredientes que o animal mais consome. Vai haver “vegetais frescos na primavera, peixe e frutos do mar no verão, frutos secos e bagas no outono, carne e queijos fortes no inverno”, conforme se pode perceber pela carta.

Isto traduz-se em ceviche de peixe branco com maracujá (9,50€), salmão fumado com limão, lima e tâmaras (10,50€) no Summer; queijo chèvre com mel e caju (7,50€) e húmus com wasabi e edamame (8€) no Autumn; morcela (9€) e queijo parmesão com azeite e alecrim (5€) no Winter; e paté de atum fresco com frutos vermelhos (6,50€) e anchovas com azeite e vinagre balsâmico (8€) no Spring.

Os pratos são preparados por Rafael Ribeiro, mas há uma zona de bar onde André Castro serve vinhos (em garrafa e copo) e cocktails originais — pronto, estes o urso não bebe. Há mojito de mirtilos (9€), a capinha da casa feita com vinho do Porto (9€) ou o Bramble, com gin, sumo de limão e licor de amora (9€). Aproveite que entre as 17 e as 19 horas há happy hour: na compra de uma bebida recebe outra.

Todos os 36 lugares do restaurante estão sobre uma estrutura de cordas. Foi montada pelos próprios empregados e ao todos são 120 metros de corda que percorrem o teto e vão até à área das janelas.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua da Madalena 62/64, Lisboa
    1100-319 Lisboa - Portugal
  • HORÁRIO
  • Das: 12:00
  • Às: 15:00
  • Das: 17:00
  • Às: 00:00
  • Sexta e sábado até: 01:00
PREÇO MÉDIO
?

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT