Subscreva a nossa newsletter para receber as melhores sugestões de lifestyle todos os dias.

restaurantes

Escarola: o casal brasileiro que chegou a Lisboa e só faz comida vegan

Tudo é produzido numa cozinha em Arroios onde não entra qualquer ingrediente de origem animal.
Todas as semanas há novas criações.

Para o casal brasileiro Giovana Gambogi e Bruno Garcias, chegar a Lisboa não implicou apenas uma mudança de país. Assim que aterraram em Portugal mudaram o regime alimentar. Tornaram-se veganos e é também sem qualquer alimento de origem animal que cozinham no novo projeto que estrearam na cidade no início de setembro, o Escarola.

“Achamos que o veganismo, juntamente com outras políticas de igualdade, é o caminho para um mundo mais justo e respeitoso com todas as formas de vida, mais um motivo para criar a marca”, explica à NiT Bruno Garcias, de 34 anos.

Bruno é cozinheiro e nos últimos sete anos passou por vários espaços dedicados à cozinha vegetariana e vegan. Foi daí que retirou as bases para as várias criações que apresenta no Escarola que, por enquanto, apenas funciona para take-away e delivery. Já Giovana Gambogi, de 30 anos, é médica e, além de estar a revalidar a profissão em Portugal, ajuda o companheiro.

Este pão de queijo (perdão, de quê) é vegan

“Chegámos a Portugal no final de junho e começámos o projeto por recebermos um retorno positivo das pessoas que experimentavam a nossa comida vegan.” É a partir da cozinha na casa que têm em Arroios que produzem tudo. O que mais tem sido procurado são os pães de quê, uma versão do típico pão de queijo brasileiro só que apenas com polvilho e batata.

Têm vários sabores, o que muda também a cor e dá um ar colorido à mesa. Há o tradicional, o de espinafres, o de batata doce laranja, o de batata doce roxa ou o de de beterraba. São vendidos em seis (4€), 12 (8€) ou 20 unidades (10€). Só precisa de os colocar no forno durante 20 a 30 minutos e estão prontos para comer.

Outras das sugestões, também congeladas, são a lasanha (8€), com courgete, bolonhesa de lentilhas, molho de castanha de caju e espinafres; e o escondidinho (8€), também com bolonhesa de lentilhas, requeijão de inhame e puré de mandioca.

Já todas as semanas, têm pratos diferentes, também 100 por cento vegan. Por exemplo, esta semana é dedicada à feijoada com legumes assados, tofu, arroz, couve lombarda, farofa, vinagrete e laranja. Já fizeram hambúrgueres de grão de bico, arroz de lentilhas e cebola ou puré de ervilhas com cenoura.

Fixos são as pastas e os queijos vegan que são igualmente bastante pedidos. Há de feijão branco e coentros (4€), húmus de beterraba (4€), requeijão de inhame (5€), pimentão vermelho e amêndoas (6€), queijo creme de castanha de caju (5€), ou baba ganoush (4€).

Têm o objetivo de abrir um espaço físico na cidade, mas neste momento pretendem consolidar todo o projeto com o take-away e o delivery. As encomendas são sempre feitas através da página de Instagram e devem ser feitas com 24 horas de antecedência.

Só fazem entregas ao domicílio em Arroios e nos bairros próximos. Se for mais longe é uma questão de ver com o casal e perceber se é possível. Outra das hipóteses é levantar a encomenda na própria casa de Giovana e Bruno.

As pastas e os queijos têm sido um sucesso.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT