Restaurantes

Esplanada do Jardim Sr. Lisboa está (literalmente) a arder — e há muito para provar

A nova lareira traz calor para subir a temperatura na zona exterior, mas também há bebidas quentes e pratos reconfortantes.
Um brinde à volta da lareira é agora possível na esplanada.

A esplanada do Jardim Sr. Lisboa aqueceu e tornou-se num dos melhores espaços ao ar livre da capital para dias frios. Há uma lareira ao centro, pronta a queimar mais ou menos lenha conforme a temperatura, e formas subtis de aquecer corações. Como juras de amor onde menos se espera.

“Quisemos replicar um verdadeiro jardim lisboeta, mas torná-lo mais acolhedor e, principalmente, mais quente”, explica Francisco Breyner, 29 anos, responsável pelo projeto. “Os bancos, por exemplo, encontrámos numa loja de velharias. Apesar de terem sido tratados, mantivemos algumas tábuas no estado original – têm escritos os nomes de muitos apaixonados que neles se sentaram.”

O restaurante da rua de São Bento, com vista para a Assembleia da República, pertence ao grupo Sr. Lisboa, que também tem a Cozinha e, já anunciada, a Despensa. Espaços de casa quase sempre cheia, onde as cartas mantêm os êxitos, mas nunca deixam de trazer novidades. Como acontece nesta renovação do Jardim, onde a partilha é o mote e não faltam pratos aconchegantes da autoria de Pedro de Sousa, 28 anos.

Com papas e bolos se enganam os tolos (tupinambor, cogumelos e avelã, 14€), Conforto (tarteletes de abóbora, queijo Serra da Estrela, nozes e alho negro, 8€), Pato (ravioli de pato e abóbora, 20€) e Pudim abade de Priscos e gel de marmelo (9,50€) são os novos pratos criados chef executivo do grupo.

Do menu anterior destaca-se Venham mais cinco mas não paga o Zeca! (croquetes de beringela, queijo de São Jorge e molho de gemas fumadas e whisky, 9€), Esta couve não se cheira, frita-se! (couve-flor frita, molho gonuchujang, picles de couve-flor e óleo de sésamo, 12€) e ainda Camarão crocante (camarão marinado, massa kadaif e maionese de coentros do jardim, 14€).

Para completar o final de tarde, o Jardim conta com a carta de cocktails e bebidas quentes, da autoria do chef de bar Billy Philips, e uma extensa carta de vinhos, selecionados pelo sommelier Amílcar Ribeiro. Nos novos cocktails, sobressaem Bem-vindo à tuga (coentros, medronho e aipo, 5€), Peónia (vodka e framboesa, 8€) e Malmequer (gin, tomilho, laranja e cordial de toranja, 10€).

Se ainda assim mantiver o ceticismo sobre a capacidade da esplanada no combate ao frio, saiba que existe lá uma arma secreta. Alguém quer a mantinha?

A seguir, carregue na galeria para ver como está a esplanada do Jardim.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua de São Bento 202
    1200-821 Lisboa
  • HORÁRIO
  • 12 às 0h (todos os dias)
PREÇO MÉDIO
Entre 20€ e 30€
TIPO DE COMIDA
Portuguesa

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT