Restaurantes

Esqueça os mariachis e os sombreros: no Kobra apenas brilham os tacos e a tequila

No novo restaurante mexicano de Alcabideche, em Cascais, tudo é feito de forma artesanal na loja do espaço.
Vale a pena experimentar.

Depois do Pikatta, em Sintra, um restaurante com picanha à discrição inaugurado por Carlos Coelho (31) e a mulher, Ana Sousa (39), há cerca de quatro anos, o casal resolveu apostar num novo conceito gastronómico. Chama-se Kobra, fica em Alcabideche, uma freguesia do município de Cascais, e tem os tacos e a tequila como grandes protagonistas.

A ideia, com cerca de três anos, deixou a gaveta quando, em agosto, o antigo personal trainer se deparou com o espaço ideal no 75A da Rua Cesaltina Fialho Gouveia. “Pensámos que combinava na perfeição com o que tínhamos em mente. Antes de entrar para o universo da restauração, sempre trabalhei em Cascais e quis ter algo próprio na zona.  Alcabideche, em particular, chamou-nos a atenção por ter poucos conceitos deste género. Tratamos então de acelerar o passo para abrir o mais rápido possível. A inauguração aconteceu a 3 de novembro”, começa por contar à NiT.

A aposta na cozinha mexicana, deve-se a um gosto pessoal. “O Coyo Taco é o meu restaurante favorito em Lisboa e, de todos os mexicanos, aquele que apresenta propostas acima da média. O fator que diferencia o Kobra é que fazemos tudo de raiz. As tortilhas, por exemplo, são produzidas diariamente por nós e isentas de glúten. O nosso processo é 100 por cento artesanal e tem lugar na loja. Não vem nada pré-preparado de fora, o que eleva a oferta a um nível muito distinto das restantes casas do género”, acrescenta.

“No fundo, aproximamos uma comida considerada casual, de rua, a um conceito quase de fine dining, até pelo espaço em que estamos. Este facto, contudo, não se reflete no valor final, pelo que as nossas propostas continuam acessíveis a todos.”  A ementa inclui seis tacos com preços entre os 3€ e 4,5€, por exemplo. Além dos clássicos Al Pastor, com porco marinado assado, abacaxi grelhado, queijo ralado e coentros; Conchinita Pibil, recheado com porco barbecue ao estilo de Yucatán, queijo ralado, pickle de cebola rocha e coentros; e Bírria, que leva novilho estufado tradicional mexicano, mozzarella, cebola e coentros: há possibilidades com dourada marinada grelhada; camarão e batata doce assada.

Burritos, quesadilla e ensaladas bowls são outras das propostas que poderá pedir no Kobra. Os sabores são transversais às diferentes receitas. Para beber, há sumos naturais, algumas cervejas e vinhos, e uma série de tequilas bem como cocktails à base deste destilado, de Paloma a Coronita e Margaritas.

Tudo isto para ser apreciado num “ambiente industrial, com muita madeira, metal e cores neutras, sem mariachis ou sombreros. Devemos ser o único restaurante mexicano que não os tem”, brinca o proprietário. No verão, haverá esplanada.

Carregue na galeria para espreitar o Kobra, cujo nome se inspira na reinvenção de Carlos. “Este projeto é o resultado de quatro anos de aprendizado e negócio no Pikatta. É como quando a cobra se liberta da pele antiga e começa um novo ciclo”, explica.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Cesaltina Fialho Gouveia, 75A.
    2645-038 Alcabideche
  • HORÁRIO
  • Terça a sábado das 12 às 15 e das 19 às 23. Domingo das 12 às 15.
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€
TIPO DE COMIDA
Mexicana

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT