Restaurantes

Estafetas da Uber Eats manipulam o GPS para fazerem mais entregas

Alguns parceiros recorrem a apps de Fake GPS para que pareça que estão mais perto de determinado local do que estão na realidade
A plataforma dá uma segunda oportunidade.

O uso das apps conhecidas como Fake GPS (ou “GPS falso”, em tradução livre), é mais frequente do que se possa pensar. Pelo menos, é isso que avança este domingo, 1 de agosto, o “Echo Boomer“. Segundo a publicação, este tipo de aplicações serve, por exemplo, para ter acesso a um voucher ou promo code disponível para os habitantes de certa cidade, fazendo o sistema acreditar que o utilizador se encontra lá e não no local onde realmente está.

Aparentemente, também os estafetas de certas plataformas de delivery estão a recorrer ao Fake GPS para ganharem vantagem sobre os seus colegas. No caso da Uber Eats, os estafetas acabam por conseguir mais pedidos de entrega do que seria possível, uma vez que fazem com que pareça que estão mais perto de determinado local do que estão na realidade.

Já há algum tempo que existem relatos que dão conta deste tipo de situações e a Uber Eats parece já ter encontrado forma de as impedir. Quando deteta uma manipulação no sistema de GPS, envia uma mensagem ao estafeta onde avisa que tal “constitui fraude e representa uma violação do seu contrato e das Orientações de Comunidade”.

E continua: “Caso este comportamento seja detetado novamente, a sua conta poderá vir a ser suspensa de forma temporária ou permanentemente”. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT