Restaurantes

O Terraço Editorial preparou-se para o frio — e não foi só com mantas

É permitido comer, beber, conversar e apreciar a vista para a baixa de Lisboa a partir deste espaço.
Mesmo a tempo do outono.

O bom tempo e as tardes passadas nas esplanadas ao ar livre (com todo o cuidado, claro) podem ter terminado. No entanto, não precisa de deixar de ir comer fora. O Terraço Editorial já tem tudo pronto para os dias mais frios com novos pratos e petiscos que se juntam a uma carta com 190 vinhos, com destaque para produtores pequenos e locais. 

Para aqueles que preferem petiscar, o novo menu inclui uma tábua de queijos portugueses (a partir de 16€) e uma de enchidos (desde os 18€), ambas de pequenos produtores, como a Quinta de Anema e Joaquim Arnaud.

Se ficar para jantar e fazer uma refeição completa, a nova ementa aposta nos pratos principais como o entrecôte de novilho black angus com batata frita e legumes grelhados (13€); o arroz de polvo com corvina e tomate (11,50€); e o piano com puré de batata doce, chips de batata doce e gengibre (9,50€). Para quem não resiste à sobremesa, a nova carta inclui pudim com crumble de cacau e creme de lima (5€). 

A nova vida do terraço no topo do edifício da Pollux, na Baixa de Lisboa, começou em março. Conta com 150 metros quadrados, lugares no interior e também na esplanada com vista para a cidade. Os lugares estão dispostos de forma a garantir o distanciamento social recomendado.

Rui Rebelo, responsável pelas cozinhas da Oficina do Duque e daOficina Craft Snackery, e Rodrigo Soares, produtor do Vale do Douro, são os mentores deste projeto na baixa de Lisboa.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    R. dos Fanqueiros 276 piso 8, 1149-031 Lisboa
    1149-031 Lisboa
  • HORÁRIO
  • De terça-feira a sábado das 12h às 24h
  • Encerra ao domingo
PREÇO MÉDIO
Entre 20€ e 30€

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT