Restaurantes

Na Fábrica da Picanha pode comer toda a carne que quiser por 18,95€

É a nova casa favorita dos carnívoros em Lisboa, mais concretamente em Campo de Ourique. Ali é para comer até rebolar.
É só mandar vir.

O nome não podia ser mais adequado. Por ali, a picanha sai em quantidades industriais — ou pelo menos nas doses que os clientes forem capazes de suportar. Trata-se do novo rodízio da capital, que tem inauguração prevista para esta quarta-feira, 17 de abril.

O conceito nasceu em 2022 em Odivelas com o mesmo nome. Haveria de se expandir para Alverca em 2023 e, um ano depois, chega a Campo de Ourique, sempre com o mesmo conceito: dar aos clientes todas as fatias que quiserem (e conseguirem) comer. Por 18,95€ têm até direito a escolher os acompanhamentos, entre opções como arroz, feijão-preto, batata frita e salada.

“Queremos criar uma casa de picanha perto de cada português”, assume Tiago Vaz, um dos sócios do projeto que começou o negócio com Pedro Viegas e Márcio Alves em Odivelas em 2022. A nova loja foi escolhida de forma a encaixar a marca num bairro “muito lisboeta” e residencial.

O conceito é o mesmo. O objetivo também. “Ser reconhecido pelo serviço rápido e dedicado apenas à deliciosa picanha, para quem pretende comer bem num espaço cuidado e num ambiente agradável por um preço adequado”, frisa.

Mas há novidades. Se nos anteriores espaços, tinham apostado em casas de banho originais — todas elas tinham um botão vermelho que, quando premido, transformava os espaços em autêntica discotecas coloridas —, aqui quiseram fazer o mesmo, ao passo que acrescentaram outra novidade. “Construímos uma lua, que a  certa altura da noite fica iluminada e ilumina a sala toda. Além de ser instagramável, é sinal que shots grátis serão distribuídos nos momentos seguintes”, conta à NiT o sócio de 32 anos.

De resto, replicaram aquilo que já sabem que corre bem. Apostam na qualidade e frescura dos produtos, da carne ao pão de queijo (1,5€), “que é um sucesso, servido quentinho”, passando pelas sobremesas e sangrias. Nos doces o grande destaque vai para o crème brûlée com chocolate branco (4,3€), para a panna cotta (3,2€) e petit gâteau (4,3€). Já nas bebidas são as sangrias que continuam a ser mais pedidos, “sobretudo as de maracujá”.

Em breve os clientes poderão provar as soft drinks, que é como quem diz os smoothies, sumos naturais e mocktails. “Estamos a desenvolver as receitas para serem exclusivamente nossas e feitas cá, no momento”, contam.

A diversão não termina no prato. Em 2023 lançaram também o evento Come e Cala-te, ou seja, jantares nos quais os funcionários tratam mal os clientes de forma propositada. E os três donos garantem que o espaço de Campo de Ourique vai também ser palco para esta iniciativa, embora ainda não haja uma data fechada.

“As noites temáticas têm sido um sucesso. As pessoas têm pedido bastante. Por isso, só fazia sentido fazer o mesmo para o segundo restaurante. Mais do que um local de comida, queremos ter sempre novas iniciativas.”

Carregue na galeria para conhecer o novo restaurante de Campo de Ourique.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    R. 4 de Infantaria 3A
    1350-266  Lisboa
  • HORÁRIO
  • Terça a domingo das 12h30 às 15h30 e das 19h30 às 23h30
PREÇO MÉDIO
?

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT