restaurantes

Georgina: as novas pizzas italianas do Algarve ficam prontas em 90 segundos

É o mais recente restaurante de Albufeira. O espaço é pequeno, mas também tem opção de take-away, se preferir.
Em menos de dois minutos e estão prontas.

Era preciso fazer entrar no restaurante um forno napolitano com duas toneladas. Pela porta não dava, então tiveram mesmo de tirar as janelas para o conseguir colocar no interior da Georgina, a mais recente pizzaria de Albufeira, no Algarve. Está sempre entre os 430ºC e os 450ºC, mas pizzas não ficam mais do que 90 segundos a cozer.

José Delgado, 34 anos, e Isis Cibrario, 29, são os responsáveis pelo projeto. Já tinham trabalhado na área da restauração, mas este é o primeiro negócio que abrem em conjunto. O percurso de José começa mesmo com a venda da bolas de Berlim nas praias da localidade, antes de viver vários anos no estrangeiro.

Foi em viagens pelo mundo, que juntamente com a namorada, Isis, começaram a apreciar a verdadeira pizza napolitana. Passam por Nápoles, claro, mas experimentaram também exemplares em Londres, Paris, nos Estados Unidos e até na Ásia.

Numa altura em que estavam a viver no Algarve, começaram a pensar no projeto da Georgina. “É difícil comer uma pizza como deve ser aqui em Albufeira. São todas muito industriais”, explica à NiT José Delgado. A pizzaria começou a ganhar forma, sempre com muito trabalho associado.

Depois da dor de cabeça que foi tirar todo o vidro da entrada, mais uma dificuldade a poucas semanas de abrirem: a amassadeira. Compraram a máquina, mas o quadro do espaço não tinha potência para tal. Acabaram por fazer a massa toda a mão e hoje garantem que foi o melhor que lhes aconteceu. “Depois de estarmos todo o dia a trabalhar, ainda vamos fazer massa à mão para a cave. Mas não nos importamos e até percebemos que ganha um outro sabor”, diz Isis.

O espaço é pequeno, só chega para 12 pessoas, e neste momento só produzem massa suficiente para 50 a 60 pizzas por dia. O forno que chegou de Nápoles é a lenha. Só usam madeira de acácia para o manter em funcionamento.

Pode começar por um pão de alho (2,50€), mas também por uma bruchetta de tomate com limão, manjericão e grana padano (3€). Já nas pizzas tem a Cruella Devil, com mozzarella e chouriço picante (12,90€), a Cheese Lovers, com mozzarella, gorgonzola e grana padano (10,90€), ou o Roméo e Juliet, com courgette, queijo de cabra e mel (10,90€).

O nome, Georgina, é uma homenagem à avó de Isis, de 83 anos, que os ajudou muito na criação de todo o projeto. Está descrito no forno, com recuso a pequenas pedras brancas.

Carregue na galeria para conhecer melhor a nova Georgina.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua do Municipio, lote 31,loja 2 FI 8200-161 Albufeira
    8200-161  Albufeira
  • HORÁRIO
  • Das: 12:00
  • Às: 15:00
  • Das: 18:00
  • Às: 23:00
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€
TIPO DE COMIDA
Pizzaria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT