Restaurantes

Hudi: o novo paraíso das poke bowls, poke tacos e poke burritos

Acaba de abrir em Matosinhos e aposta na comida saudável, fresca e rápida, já a pensar no verão.
As taças são sempre coloridas

Há quem lhe chame sushi numa taça, mas seja ou não a descrição certa, a verdade é que as poke bowls se tornaram numa tendência indesmentível dos últimos anos. Saudáveis, frescas e saborosas, tornaram-se numa decisão simples para Diogo Oliveira.

Designer de profissão e surfista de coração, admite uma paixão pela gastronomia e pelos negócios da restauração. Tanto que este não é sequer o seu primeiro projeto. Esse abriu-o há quatro anos, em Leça da Palmeira, em conjunto com o irmão.

“Era um surf bar com decoração havaiana, muitos cocktails. Depois fui pai, os horários tornaram-se difíceis e passamos o negócio, mas mantivemos a marca”, explica à NiT. Foi novamente ao lado do irmão, Hugo, — daí o nome, Hudi —, que há um ano começou a pensar em criar um espaço em Matosinhos dedicado às poke bowls.

“Conheci as bowls numa viagem a Bali, gostei bastante e acho que tem tudo a ver com a alimentação saudável, o estilo de vida, o surf”, sublinha.

Bem perto da praia de Matosinhos, o Hudi não tem serviço de mesa. O objetivo passa por ter um serviço mais rápido e personalizado. Ao balcão, é possível criar as suas poke bowls ou escolher algumas das receitas já idealizadas.

Os famosos tacos crocantes

Pode escolher a base entre arroz de sushi, quinoa ou um mix de verdes, depois a proteína — salmão, atum, camarão ou tofu crocante — e os molhos: aioli, maionese picante, manga, manga picante, ponzu, teriyaki, soja e amendoim e coco.

Entre os ingredientes encontra manga, abaxaci, rabanete, pepino, edamame, picles de pepino ou queijo creme, mas também opções premium (que acrescem 1€) como abacate, ovas tobiko, alga wakame ou creme de abacate com lima.

Depois só tem que escolher os toppings: cebolinho, coentros, sésamo tostado, furikake, cebola frita, amendoim, coco torrado, caju, ovas masago ou raiz de lotus. Criar o seu poke custa 9,9€, sem ingredientes extra.

Nas combinações sugeridas pelo chef encontra a California (11,5€) — com salmão, manga, abacate, picles de cebola roxa, pepino, edamame, queijo creme, cebola crocante, caju, sésamo e cebolinho —, o Oahu (11€) — com frango crocante, picles de pepino, tomate cherry, abacate, rabanete, caju, sésamo e cebolete —, ou o Aloha (12€) — tataki de atum, alga wakame, rabanete, creme de abacate, abacaxi, couve roxa, furikake, cebola frita, sésamo e cebolinho.

O espaço tem capacidade para mais de 30 pessoas

Mas no Hudi não se vive só de bowls. Existem também versões em tacos crocantes de atum, salmão ou frango (4,5€) ou em burritos (9€), com os ingredientes envolvidos em arroz embrulhado numa folha de alga nori, à semelhança de um temaki.

Há também entradas como os Poke Nachos (7€), nachos com atum, pico de gallo, jalapeños, coentros e maionese picante, o frango picante (5€) ou as tempuras de camarão. Tudo para provar com os chás e limonadas caseiras.

Carregue na galeria para ver mais imagens.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Brito Capelo, 1221, Matosinhos
  • HORÁRIO
  • Segunda a sábado, das 12h às 15h e das 19h30 às 22h30
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€
TIPO DE COMIDA
Saudável

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT