Restaurantes

Os pintxos bascos que conquistaram Espanha chegaram ao Príncipe Real

O Imanol Barra Basca é a nova aposta da Plateform, numa união com o chef Aitor Ansorena, cujos petiscos já tinham passado por Lisboa.
A partilha é um dos pontos cruciais do restaurante.

Quando o chef espanhol Aitor Ansorena foi morar para Madrid, rodeou-se da família para embarcar na aventura de criar “o melhor asador” do país. Sempre sem abandonar as raízes bascas, algo que o pai sempre lhe ensinou: “a importância de bem receber pela gastronomia, a hospitalidade basca e a alegria de viver”.

O sucesso revela-se hoje no Imanol, que tem cinco espaços em Espanha e que procura fazer uma reimaginação das antigas churrasqueiras, sempre com foco nos produtos locais. Agora, a fórmula vencedora chega a Lisboa, embora os sabores e a inspiração de Ansorena já andassem por cá há alguns anos.

O projeto que o chef espanhol descreve como feito “de gente para la gente” é a mais recente aposta do Grupo Plateform. O empresário português Rui Sanches e o chef espanhol decidiram então alargar a herança de sabores bascos a um dos bairros mais carismáticos de Lisboa, o Príncipe Real.

A marca espanhola tem presença no País desde há cerca de cinco anos, com um espaço no piso gourmet no El Corte Inglès. Mas nunca havia investido num restaurante com tudo a que o título tem direito. O novo espaço está agora no número 21 da Rua da Escola Politécnica 21, a trabalhar oficialmente desde quinta-feira, 23 de novembro.

Um dos elementos mais relevantes da cultura basca é o sentimento de partilha e este novo espaço foi idealizado com isso em mente. “Lisboa tem a característica histórica de acolher tantas culturas diferentes e aprendermos com elas. E é da responsabilidade, também no setor da restauração, contribuir para essa diversidade e multiculturalidade na oferta. A cozinha basca é riquíssima, uma das minhas preferidas, promove o convívio, e a valorização do património gastronómico”, salienta Rui Sanches em comunicado.

O menu é reflexo natural disso mesmo, com diversas opções de diferentes tapas. Aqui pode encontrar pintxos frios como espetadas de azeitona gordal, piparra e anchova (3,25€), várias paletas ibéricas com tomate, queijo cabra e pimento (3,95€), pasta de caranguejo com camarão (3,95€) e ainda um tártaro de salmão com guacamole (4,95€).

Nos pintxos quentes, pode provar os croquetes de presunto ou cogumelos (3,95€), a tortilha de batata (3,95€), um mini hambúrguer com compota de tomate cherry, queijo cabra e barriga de porco fumado (6,95€) e ainda, o bacalhau pil-pil com cebolada de pimentos (8,95€). Para partilhar, nada melhor que a paleta ibérica (14€), enchidos tradicionais do País Basco (9€), ovos rotos com a paleta ibérica (14€) e ainda calamares com molho alioli (14€).

Para acompanhar a refeição, tem muitos vinhos por onde escolher, como, por exemplo, o rosé de Anna de Codorníu Brut Rosé a 32€ por garrafa e ainda o tinto espanhol Rioja D-12 por 49€. Para terminar a experiência em grande, pode experimentar ainda a tarte de queijo (6€ por fatia) e ainda o cremoso de chocolate, pão, azeite e flor de sal (4€).

Carregue na galeria para ver mais imagens do Imanol.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    R. da Escola Politécnica 21
    1250-099 Lisboa
  • HORÁRIO
  • Domingo a quarta-feira das 12 até às 00 horas
  • Quinta-feira a sábado das 12 horas até às 01 horas
  • REDES SOCIAIS
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€
TIPO DE COMIDA
Espanhola

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT