Restaurantes

La Storia: o restaurante de cozinha de fusão onde todos os dias há novidades para provar

O espaço em Santa Maria da Feira combina as gastronomias italiana e mediterrânica. Diariamente há um novo menu de degustação.
Fotografia: La Storia.

Apesar de nascidos e criados em Santa Maria da Feira, foi na Suíça, por volta dos 18 anos, que João Magalhães (34) e Miguel Oliveira (36) se conheceram. Curiosamente, sem nunca se terem cruzado antes da mudança para Lausanne, pitoresca cidade universitária que tem o lago Genebra aos pés, os feirenses trilharam caminhos bastantes semelhantes. Primeiro, iniciaram a formação em Gestão Hoteleira em Portugal, e depois decidiram concluí-la no estrangeiro, onde se tornaram amigos e começaram a trabalhar.

É João, em entrevista à NiT, o responsável por partilhar a história deste encontro feliz. Aconteceu após terem percorrido o mundo separados, cada um com os seus projetos. João conta, por exemplo, que trabalhou numa empresa de catering alemã que fazia serviços para a Fórmula 1, Moto GP e Red Bull Air Race, que estaria na origem do La Storia, no país Natal da dupla.

“Este espaço surge da vontade de abrirmos um negócio na nossa terra. Estivemos fora muitos anos, tanto em formação como em trabalho. Quando surgiu a oportunidade, num local que sempre gostamos, avançamos”, conta. A 17 de junho abriram então ao público um restaurante que é muito mais do que uma pizzaria.

“Pratico uma gastronomia totalmente diferente da do meu sócio. A minha é de fusão, mediterrânica, mistura de italiana e tudo mais. O Miguel é mesmo pizzaiolo. Para resultar, pensamos num conceito que misturasse tudo isto. Temos pizzas, pastas, risottos, lasanha e raviolis, tudo preparado com ingredientes frescos e massa de fermentação natural numa cozinha aberta para que as pessoas possam ver o que estamos a preparar. O prato quase se pode pousar na mesa do cliente logo sai do forno a lenha”, acrescenta João.

Apesar da carta fixa, no La Storia todos os dias há uma surpresa e, se for lá hoje e voltar amanhã, o chef garante que há algo diferente nos dois dias. “Vamos às compras diariamente, vemos o que há e trazemos sempre produtos frescos que nos dão liberdade para experimentar. Se um dia houver ostras, trazemos, no outro, podem ser carabineiros”.

O desejo de ter algo distinto todos os dias reflete-se, sobretudo, no menu de degustação, que pode pedir em qualquer mesa, embora haja uma redonda, especial, para o efeito em cada sala. “O preço é fixo, mas as propostas variam. Os clientes só dizem se têm alguma intolerância ou se há algo que não gostam e depois deixam-se surpreender”, explica o responsável. Certo é que o menu custa 16,9€ por pessoa, para um mínimo de duas, e inclui entrada, pasta ou risotto, pizza e sobremesa.

Já o menu executivo, disponível de segunda a sexta-feira — exceto feriados —, com prato principal, bebida e café, fica por 9€ ou 11€, caso queria adicionar uma sobremesa. O menu La Storia (12,5€) dá direito a amuse-bouche, sopa, prato, principal, sobremesa, bebida e café.

Ainda que a comida seja a grande estrela do La Storia, o espaço em si, cuja decoração reflete os estilos siciliano e napolitano, foi, igualmente, pensada ao pormenor. Cada ambiente tem algo que sobressai. Numa das salas é a cozinha, na outra a vasta garrafeira, repleta de lambruscos, espumantes e champanhes, assim como de vinhos verdes, brancos e tintos nacionais, só para referir alguns. Sobressai, sobretudo, pelo “estilo vintage, quase a imitar as livrarias antigas“, comenta João. O terraço tem uma vista panorâmica para o Castelo e Igreja de Santa Maria da Feira.

Sente-se onde sentar, a Toscanella, com molho de tomate, mozzarella, parmesão, salame picante, cogumelos porcini e manjericão (14,5€), e a La Storia, que leva molho de tomate, rúcula, mozzarella, parmesão, tomate semi-seco, presunto e burrata (15,5€) são opções a considerar quando apetece uma pizza.

Há também salada Nizzarda, com alface, tomate, rúcula, atum, azeitonas e ovos cozidos (8,5€), e risotto Oporto, com queijo de cabra e redução de vinho do Porto (13,5€). Os prato de carne e de peixe são sazonais. Para já, estão a servir, respetivamente, tornedó de alcatra com sauté de cogumelos, massa de pizza com azeite de alho, mozzarella e molho especial (14,9€), e lombo de bacalhau em infusão de alecrim, gratinado com amêndoa torrada, com batata a murro e legumes da época (14,9€).

Para sobremesa, há cheesecake de morango com sorvete de romã e framboesa; tiramisu; pizza de Nutella com bola de gelado de baunilha e Oreo; e tarte de semifrio de maracujá. Cada proposta custa 4,5€. Os que dispensam vinhos podem escolher entre vários cocktails, gins e licores.

Carregue na galeria para espreitar o La Storia e os pratos que servem.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Praça de Camões, 19.
    4520-170 Santa Maria da Feira
  • HORÁRIO
  • Todos os dias do meio-dia às duas horas.
PREÇO MÉDIO
Entre 20€ e 30€
TIPO DE COMIDA
Italiana, Mediterrânica, Autor

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT