Restaurantes

Latina Grill: há um novo paraíso de carnes maturadas em Cascais

Há kobe japonês, wagyu australiano e rubia galega com 90 dias de maturação. Tudo o que um verdadeiro amante de carne precisa.
Proibido pedir carne bem passada

Costuma dizer-se que não há muito que inventar com um bom naco de carne — basta cozinhá-lo no ponto e não estragar. A verdade é que existe uma boa dose de ciência e mestria em todo este processo, da criação do animal à temperatura da grelha, para servir a melhor carne do mundo.

Foi essa ciência que o chef André Correia quis tentar aperfeiçoar no novo Latina Grill, o novo restaurante de Cascais. É um espaço dedicado às carnes, sobretudo as maturadas, algo que “estava em falta” no concelho.

“Percebemos que havia um défice no que toca a carnes maturadas, pouca oferta e por isso surge este espaço, que remete para a América Latina, que é o que nos vem à cabeça quando pensamos em carnes grelhadas”, explica à NiT Amadu Sambu, gerente do restaurante.

Inaugurado a 9 de junho, o restaurante na estrada da Malveira da Serra tem uma estrela entre tantas outras carnes, a Rubia Galega Seleção de Ouro, cujos animais são especialmente alimentados apenas a grão durante 200 dias. A carne é depois maturada a 50 dias, mas pode não se ficar por aí.

“Algumas carnes vêm já com maturação, mas que nós por vezes prolongámos. Já temos uma Rubia Gallega com 90 dias”, conta. Possivelmente ainda mais famosas são as outras duas raças em destaque, a Wagyu australiana e a Kobe japonesa.

O chef André Correia

Os euros acompanham o marmoreado e a qualidade da carne e da sua maturação. Os cortes de Rubia começam nos 29,5€ para uma vazia de 350 gramas e podem ir aos 105€ para um costeletão de 1,2 quilos.

A Wagyu começa nos 70€ para uma vazia de 350 gramas e chega aos 105 por um ribeye de 400 gramas. O Kobe japonês pode ser provado por 190€ por um ribeye de 400 gramas. O plantel de luxo fica composto com cortes de Black Angus americano, Turina nacional e Umi do Uruguai.

Existe também a possibilidade de fazer um corte à medida do cliente. Pode pedir o peso que quiser e o chef trata do resto.

Todas estas carnes são servidas no ponto certo de suculência e acompanhadas com as guarnições que quiser: há batata frita com molho aioli trufado (4€); batata doce trufada com ovo a baixa temperatura (7€); maçaroca grelhada (3,8€); arroz do rio (3,8€); entre muitas outras.

O restaurante tem duas salas privadas

A criatividade do chef de 39 anos encontra-se noutra secção da ementa, onde aposta nos cortes nobres para criar um tártaro (16€) ou numa versão com coração de boi e pistácio (95€), mas também pratos mais fartos como um surf and turf com camarão tigre (26€) ou umas plumas de porco preto com frutos do bosque (20€).

Em tempo de Covid-19, espaço é o que também não falta no Latina Grill, com 85 lugares, 25 deles no exterior, e ainda duas salas privadas. Uma delas dedicada aos charutos e ao rum, com casa de banho e varanda privada e capacidade para 12 lugares.

E caso esteja a perguntar, sim, existem opções mais em conta para o almoço. O menu executivo inclui, por 15€, um corte de carne escolhido pelo chef, uma entrada, uma guarnição, bebida e café.

Carregue na galeria para ver mais imagens do Latina Grill.

 

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Estrada da Malveira da Serra, 261, Cascais
  • HORÁRIO
  • Terça a domingo, das 12h30 às 00h30
PREÇO MÉDIO
Entre 30€ e 50€
TIPO DE COMIDA
América latina

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT