Restaurantes

No Gato Comeu-te a Língua pode comer gelados a qualquer hora e vigiado por felinos

Há crepes, waffles, panquecas e tostas para devorar, enquanto é observado por uma Mona Lisa muito especial.
Já abriu.

São afirmações mordazes, não lhes conhecemos os autores e sobrevivem às gerações. Os provérbios populares guardam mensagens, recados e muitas verdades. Alguns são religiosos, outros sobre trabalho ou apenas momentos de inspiração poética. Uns óbvios, outros nem tanto, mas a maioria dos portugueses conhece-os — nem que seja só um ou dois (e sobre o significado escusamos de perguntar).

Há um, porém, que nos deixa sempre com muitas dúvidas: “O gato comeu-te a língua”. Será que houve um animal a devorar mesmo uma língua? Alguma vez terá acontecido? Qualquer um que conviva com um gato percebe que a ideia de ele comer essa parte de um copo é, no mínimo, estranha.

A expressão é utilizada frequentemente para referir alguém que é quieto ou que não fala muito. O que poucos sabem é que o provérbio não é utilizado apenas pelos portugueses. No inglês também existe: “cat got your tongue?”; no italiano também: “il gatto ti ha mangiato la lingua?; no espanhol, francês e catalão o mesmo. Ainda assim, ninguém sabe ao certo a sua origem. Existem várias teorias e suposições que envolvem castigos cruéis, confidentes, ou histórias infantis. Em Braga, há um novo restaurante que decidiu dar-lhe outro significado — um muito mais saboroso e guloso.

Chama-se O Gato Comeu-te a Língua, e ali o animal está espalhado por toda a parte. Há uma mascote em tamanho humano, guardanapos com gatos, uma Mona Lisa felina e vários outros elementos que não deixam espaço para dúvidas: “ali há gato”.

“O Gato é mesmo um aventureiro! Decidiu abrir mais uma nova loja, desta vez na cidade de Braga. Bracarenses…preparem-se! O Gato já chegou, e veio para ficar. O Gato Comeu-te a Língua em Braga nasceu no dia 21 de junho, e já promete muitas novidades e surpresas”, anunciaram no Instagram. 

Na Rua Andrade Corvo tudo foi pensado para impressionar, a começar pelo nome. O Gato Comeu-te a Língua abriu este verão e é muito mais do que uma simples confeitaria. “A ideia é simples: criar um restaurante descontraído aberto todo o dia com crepes, sobremesas e bolos para qualquer ocasião. O nosso conceito passa essencialmente por proporcionar um atendimento de excelência aos nossos clientes e uma incrível experiência gastronómica”, começa por dizer à NiT uma porta-voz do restaurante. Por outras palavras, é uma espécie de um tudo em um: uma creperia, confeitaria, restaurante e gelataria.

Tudo começou com Elsa Matos que, com o sócio, Vítor Sousa, fez nascer este novo conceito. “Queremos fazer as pessoas felizes”, nota a fundadora do projeto — e nada melhor que uma casa cheia de doces para que tal aconteça. A ideia correu tão bem que já vão no terceiro espaço aberto. O primeiro abriu a 16 de julho de 2018 no coração de Vila Nova de Gaia. Seguiu-se o de Leça da Palmeira, inaugurado a 31 de maio de 2023, e, e menos de três meses, o de Braga.

“Surgiu uma oportunidade ótima em Leça da Palmeira e a proprietária agarrou-a com unhas e dentes”, explica. O mesmo aconteceu com Braga. E nada garante que o cenário não se volta a repetir — é uma questão de esperar.

Ali a variedade é muita. Há desde os pequenos-almoços mais tradicionais aos crepes, waffles, panquecas, copas, bubble waffle, etc. “A lista é gigante. Diversidade é a palavra de ordem quando se trata de doçaria”, diz a rir. “Temos também uma ementa vasta de restaurante onde oferecemos hambúrgueres, as nossas coroas do gato, pastas, risottos, tábuas, tostas XL, e muito mais [desde 4,90€ a 22€].” O cheiro, à entrada, não engana ninguém. 

O que também não engana é a decoração, que divide o espaço em diversas zonas conceptuais. No Gato Comeu-te a Língua prevalece o aproveitamento de peças antigas. Há armários e cómodas, e os espelhos e louças são agora candeeiros. Do lado de fora, a esplanada não esconde plantas nem os guarda-sóis diferentes. Por toda a parte, há quadros de gatos. Isto, até no corredor que leva ao WC. No entanto, o mais engraçado é, sem dúvida, o gato de peluche gigante que está vestido a rigor.

A seguir, carregue na galeria para conhecer o novo espaço de brunch da cidade bracarense. “Temos todo o gosto e carinho em receber os patudos dos nossos clientes nas nossas esplanadas exteriores”, acrescentam.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    R. Andrade Corvo 30 a 34
    4700-204 Braga
  • HORÁRIO
  • Segunda a sexta das 9h30 às 00h
  • Sábado e domingo das 9h00 às 00h
PREÇO MÉDIO
?
TIPO DE COMIDA
brunch

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT