gourmet e vinhos

Fernando Alvim e David Bruno querem saber quem faz o melhor arroz branco de Portugal

“No momento em que alguém é campeão nacional de arroz branco, a sua vida muda”, explica o radialista à NiT.
Não é assim tão fácil como parece.

Ljubomir Stanisic foi à loucura no “Hell’s Kitchen” com um arroz branco de Francisca Dias, a concorrente que viria a ganhar o programa da SIC. “Pá, pum, pá, pá, pum”, elogiou o chef à medida que ia sentido os sabores da malagueta, gengibre, chalota, alho e frutos seco. É a prova de que o simples acompanhamento pode ser algo incrível e até dar origem a uma competição nacional.

Sim, verdade. Estão abertas as inscrições para o concurso nacional de arroz branco, que vai eleger o melhor acompanhamento e a melhor pessoa que o faz, no caso será o campeão nacional de arroz branco. “Queremos fazer um grande campeonato e mudar as vida das pessoas”, explica à NiT o radialista Fernando Alvim, um dos organizadores da iniciativa juntamente com o músico David Bruno.

“A partir do momento em que alguém é campeão nacional de arroz branco, a sua vida muda, eu acho”, continua. A ideia inicial partiu de David Bruno, mas rapidamente Fernando Alvim se associou à iniciativa.

“O DB [David Bruno] publicou isto nas redes sociais e muito rapidamente as pessoas disseram que eu seria o nome certo para me unir com ele e organizamos isto em conjunto. Damo-nos bem, somos admiradores um do outro, somos ambos de Mafamude, ainda por cima, que é uma realidade que o DB usa nos seu temas, identifico-me com a linguagem que ele usa, e ele também se identifica com a minha, portanto foi uma união muito provável.”

O arroz branco, o mais simples de todos, foi o escolhido para este concurso, e não algum mais composto, como de tomate, de feijão ou de marisco que até faz de refeição. “Porque não o arroz branco? É um ícone da nossa cozinha e muitas vezes é olhado com injustiça, com menoridade até, neste sentido, que é: parece que é muito fácil e não é assim tão fácil fazer um arroz branco.”

Fernando Alvim não nos dá umas dicas, mas confessa que até não se safa mal a prepará-lo. “São sou um grande fã de arroz, não é coisa que coma muitas vezes, mas sou muito bom a fazê-lo. Curiosamente, não sou bom a fazer arroz branco.”

O concurso vai acontecer em duas fases, uma em Lisboa, a 23 de outubro, outra no Porto, no dia 30. Até ao próximo dia 15 de outubro, todos os que se queiram inscrever podem enviar uma foto sua e outra do arroz para david@nulldavidbruno.pt. Serão depois selecionados 20 participantes para cada uma das cidades.

“Depois haverá um júri com pessoas que serão facilmente identificáveis. Das duas uma: ou gostam de comer, ou fazem da cozinha a sua profissão. Vamos ter chefs, claro, vamos ter um júri muito competente. O júri ainda não está escolhido nem os locais, na verdade, mas vão estar muito em breve.”

Em Lisboa e no Porto, os participantes escolhidos terão a oportunidade de preparar o arroz para prova dos jurados, tudo para “ser coroado/a como o/a rei/rainha do arroz branco e levar a colher de pau gigante”, lê-se na descrição do evento na página de Instagram de David Bruno.

Esta é a primeira iniciativa que organizam juntos, e para Fernando Alvim não será a última. “Espero que seja o primeiro de muitos. Eu tenho muitas ideias e ele também. (…) Outros virão possivelmente este ano, pelo menos há mais outro que vem nesta linha, mas não posso ainda divulgar.”

Até agora, Fernando Alvim já sabe de alguém que deveria participar. “Não sei precisar o sítio onde o comi o melhor arroz, mas sei que a pessoa que faz o melhor arroz branco que eu conheço é a minha irmã, acho que devias concorrer.”

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT