Restaurantes

O glamour dos cabarets dos anos 60 e 70 serve-se à mesa do Drama Lounge Bar

O projeto que acaba de ser inaugurado na Parede é dos mesmos responsáveis pela emblemática marisqueira Eduardo das Conquilhas.
Há sempre alguma coisa a acontecer.

Quem procura um espaço agradável para jantar ou apenas beber um copo ao som de boa música que convida a ficar pela noite dentro, tem um novo destino obrigatório. Falamos do Drama Lounge Bar, que acabou de ser inaugurado na Parede. Trata-se do mais recente projeto de Ricardo Santos (de 45 anos), proprietário do emblemático Eduardo das Conquilhas, uma casa típica portuguesa, com mais de meio século, onde o marisco fresco é rei.

Com um ambiente elegante, mas nem por isso menos descontraído, o conceito que abriu portas em junho nasce em resposta a uma carência identificada pelo empresário formado em gestão hoteleira, na zona. “No concelho [de Cascais] não existia nada parecido. Este espaço veio preencher uma lacuna: agora é possível ter uma experiência gastronómica de qualidade enquanto se assiste a um concerto, como se estivesse numa sala de teatro”, começa por explicar à NiT.

Esta ideia, contudo, não surgiu do nada. Veio na sequência de uma outra, implementada há seis anos. “Sou muito empreendedor e ando sempre à procura de novas possibilidades. Em 2016, abri um hotel inspirado nos anos 60 e 70, chamado Drama, junto ao Eduardo. Tem 19 estúdios e cada um, com decoração própria de acordo com o tema, presta homenagem a uma atriz dessa época, de Marylin Monroe a Elizabeth Taylor e Carmem Miranda”. Pode lá pernoitar a partir de 80€ por noite.

Quando sentiu que faltava algo para completar a oferta, pensou num conceito que complementasse a oferta que estava a desenvolver e que desse uma nova vida à vila. “Criamos então, no rés-do-chão do hotel, uma sala de espetáculos onde a gastronomia também é protagonista, apta a receber musicais, concertos, dança — tudo ligado à música e às artes características destas décadas do século passado, que sempre me fascinaram”, conta Ricardo.

O fascínio também se deve a muitos momentos vividos na marisqueira, que no passado era muito frequentada por artistas. “O maestro Lopes Graça era quem trazia os cantores e atores do Parque Mayer ao Eduardo. Saíam do teatro, iam lá jantar e ficavam até de madrugada. Muitas vezes fechávamos a porta e ficavam lá a cantar — incluindo canções proibidas pela PIDE, antes do 25 de abril.”

Para criar o Drama Lounge Bar contou com as antigas bailarinas do Cabaret Gourmet de José Avillez, que encerrou na sequência da pandemia. Uma delas, a Sara Claro, que é também pianista, aceitou fazer a produção do espaço, que a 1 de outubro estreou “First Class”, um espetáculo de cabaret inspirado nas viagens de antigamente e nas hospedeiras de bordo. Vai estar em cena todos os sábados, até 19 de dezembro.

Para assistir à apresentação, “com uma atmosfera de glamour e sensualidade”, precisa adquirir, previamente, bilhete no valor de 45€, que inclui também o jantar. Nesta noite, é servido um menu de degustação sempre diferente, pensado pelo chef Nelson Fenha, que estudou na Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra e ganhou experiência em países como Inglaterra, Estados Unidos, França e Argentina. “Conta sempre com uma welcome drink, duas entradas, dois pratos e uma sobremesa.”

Nos restantes dias da semana, o menu é à carta. Ricardo destaca o risotto de carabineiros (23,9€), que pode acompanhar com um dos cocktails de autor (9€ a 11€). O Marylin Monroe, por exemplo, leva tequila, tangerina, lima e água tónica. Já o Elizabeth Taylor resulta de uma mistura de vodka, com Noilly Prat, frutos vermelhos, lima e espumante. Termine com o cheesecake cozido com frutos vermelhos (5,5€) ou peça o tiramisù (5,5€).

Além dos espectáculos de cabaret, há noites de fado (terça-feira), piano e voz (quarta-feira), R&B, jazz ou soul (quinta e sexta-feira). Tudo para ser acompanhado de uma bela refeição num dos 46 lugares que compõem o espaço, onde os tons dominantes são o rosa e o preto.

Carregue na galeria para conhecer alguns dos pratos que pode experimentar no Drama Lounge Bar.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Capitão Leitão, 88.
    2775-226 Parede
  • HORÁRIO
  • Terça e quarta das 18h à meia-noite. Quinta a sábado das 18h à 1h.
PREÇO MÉDIO
Entre 20€ e 30€
TIPO DE COMIDA
Contemporânea

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT