Restaurantes

O mercado de produtores da Comida Independente mudou de sítio, mas mantém a street food

Na nova localização encontrará vinhos, queijos, frutas e vegetais, além de tacos, dumplings, kebab, entre outras propostas.
Decorre todos os sábados.

Durante a pandemia mudámos os nossos hábitos de consumo e começámos a apoiar mais os pequenos negócios e produtores. Foram eles que sofreram mais com os confinamentos e, no que diz respeito aos alimentos, oferecem produtos com menos químicos e mais sabor — quando comparados com os vendidos nas grandes cadeias de hipermercados. Pelo País existem várias feiras onde os podemos encontrar. Em Lisboa, por exemplo, pode fazê-lo no mercado de produtores da Comida Independente.

Acontece todos os sábados de manhã, das 10 às 14 horas e, durante os últimos dois anos, tinha lugar na Praça de São Paulo, no Cais do Sodré. No entanto, têm agora uma nova localização numa zona igualmente movimentada: a Travessia do Cais do Tojo, em Santos. A zona é bem servida de transportes públicos, como autocarro e metro, e ali existem outras atrações lisboetas, como a Green Street.

Os comerciantes vão alternando, para dar oportunidade a negócios novos e diferentes. Contudo, sempre contar com um lote de vendedores habituais como é o caso do Quiosque da Natureza, Casa da Saudade e Courela dos Pegos Bio, que trazem frutas e vegetais, ou o El Burro Sin Dueño e Miss Dumpling, que têm propostas de street food para ir petiscando enquanto compra. Queijo, pão, mel e doces são outros dos alimentos que não vão faltar nas bancas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT