restaurantes

Sushólicos do Algarve: o Noori já chegou ao mercado de Loulé

Era o espaço que faltava no renovado mercado de Loulé. Está finalmente pronto a servir várias peças à moda do Japão.
As peças de sushi do Noori chegaram ao Algarve.

O mercado de Loulé, no Algarve, abriu renovado este verão. No meio das bancadas de frutas, legumes, carnes e peixes surgiu um food court com vários conceitos de restauração. Nem todos foram inaugurados ao mesmo tempo e foi preciso esperar uns meses para vermos mais uma abertura naquele espaço. No final de outubro começaram a sair as peças asiáticas do Noori.

A marca de sushi existe desde 2009 e conta com vários restaurantes no País. Está presente nos Armazéns do Chiado, no Saldanha Residence, no Amoreiras Shopping, no Colombo, todos em Lisboa; no Oeiras Parque; no CascaiShopping; e no NorteShopping, no Porto. Chega a Loulé com um menu idêntico.

A sopa miso, o camarão panado, as gyozas e a salada sunomono (com pepino e algas wakame) são algumas das entradas da carta. Entre as peças de sushi pode escolher entre o sashimi de salmão, o tataki de atum, os gunkan de salmão e cebola crocante, os temakis ou os combinados com várias destas opções.

Os pedidos são feitos na bancada do restaurante. Depois tem a zona de food court ao centro, com várias mesas e cadeiras, onde pode fazer a refeição — a área funciona aos almoços (a partir do meio-dia) e aos jantares (até depois das 22 horas).

Ali ao lado do novo restaurante do Noori, há outros conceitos para conhecer. São eles: o Sete Pedras Mercado, com pregos em bolo do caco e opções de peixe; a Carniceira, com várias carnes grelhadas; e a 8100, a gelataria artesanal que foi buscar o nome ao código postal de Loulé.

A zona central do mercado de Loulé está reservada às refeições. A entrada mais rápida é por uma das portas laterais que ficam a meio do icónico edifício da cidade. A praça de restaurantes divide a área do peixe das bancas tradicionais com frutas e legumes.

Um dos objetivos desta renovação é dar uma nova vida à tradição do mercado. Por exemplo, pode comprar o peixe numa das bancas e depois levá-lo até ao Sete Pedras para ser grelhado na hora. E, quando é preciso acrescentar algum ingrediente extra, os chefs têm sempre os vizinhos das bancas a quem podem comprar.

Carregue na galeria para conhecer melhor as novas valências do mercado de Loulé.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT