Restaurantes

Os 11 restaurantes de Lisboa recomendados pela Condé Nast

A revista voltou a dar destaque à cidade portuguesa. Entre clássicos e novidades, tem muitos espaços para (re)descobrir.
Desde novidades, a espaços mais antigos, tem muito para descobrir.

“Não há dúvida que Lisboa tem dos melhores restaurantes da Europa e do mundo.” É desta forma elogiosa que começa o artigo da revista “Condé Nast”. A publicação voltou a fazer referência à capital portuguesa, desta vez para enumerar alguns dos melhores espaços para almoçar, jantar ou até fazer um brunch.

A lista elaborada pela publicação surgiu no final de junho e conta com 11 sugestões. A revista destaca não só restaurantes clássicos da capital, mas também espaços mais recentes, que apesar de estarem em atividade há poucos meses já merecem estar entre os melhores.

“A maioria das pessoas que visita Lisboa quer experimentar a comida tradicional das tascas, como bacalhau, pregos ou bifanas. Já os mais familiarizados com a cidade, ou os que querem descobrir toda a oferta, podem preferir um dos muitos restaurantes modernos ou com estrelas Michelin”, explica a “Condé Nast”.

A seleção é bastante eclética. Da lista tanto fazem parte o Alma, com duas estrelas Michelin, do chef Henrique Sá Pessoa; como a cervejaria Ramiro, que tem quase sempre um longa fila à entrada, ou o Ofício, dedicado a carnes e outras propostas.

O artigo também faz referência a um espaço de brunch, refeição que se tem espalhado pela cidade e a um restaurante com vista para o Tejo, o BAHR, que fica no topo do Bairro Alto Hotel, no Chiado.

Carregue na galeria para descobrir os 11 restaurantes lisboetas destacados pela “Condé Nast”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT