Restaurantes

Os novos (e incríveis) spots de Campo de Ourique têm ostras, gelados e pratos franceses

O bairro lisboeta não tem parado e, nos últimos meses, abriram vários espaços. A NiT apresenta-lhe sete.
O Cícero Bistrot é um deles.

Se há coisa que não falta em Lisboa, são propostas gastronómicas de elevada qualidade pensadas para todos os gostos e carteiras. Ainda assim, atualizações neste sentido são sempre bem-vindas, até porque desculpas para experimentar algo diferente nunca serão demais.

Depois de termos partilhado o que estava a acontecer no eternamente agitado Cais do Sodré, que em outubro foi considerado o segundo bairro mais cool do mundo pela Time Out Global, agora todas as atenções estão voltadas para Campo de Ourique. O bairro está no topo dos destinos favoritos dos lisboetas (e não só) na hora de escolher onde almoçar, jantar ou, simplesmente, petiscar.

Uma das novidades imperdíveis é o Raminhos Desserts, apresentado como o “primeiro restaurante de sobremesas português”. Trata-se de um espaço em que, ao contrário do habitual, os pratos doces superam os salgados na carta desenhada por Ana Raminhos. Nasce para provar que comer uma sobremesa não precisa ser sinónimo de uma overdose de açúcar.

Outro ponto de paragem que vale a pena descobrir é o Cícero Bistrot, resultado de dois conceitos que, aos olhos dos mais céticos, podem parecer incompatíveis: o de restaurante e galeria. Ou seja, enquanto se delicia com receitas como a de borrego em corte francês com crosta de mel de engenho, quinoa com tomate seco, espargos, papaia desidratada, saladinha de rúcula e ervas, pode apreciar várias obras de arte, todas elas originais. Cícero Dias, Marianne Perettiquem, João Câmara, Lula Cardoso Ayres e Kllian Glasner estão entre os artistas representados.

Carregue na galeria para conhecer, em detalhe, estas e outras novidades de Campo de Ourique.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT