restaurantes

A partir desta sexta-feira já pode começar a usar os descontos do IVAucher

O valor acumulado poderá ser usado noutras compras nos espaços que aderiram ao programa de incentivo ao consumo.
Os descontos podem ser feitos até ao final do ano.

Arranca esta sexta-feira, 1 de outubro, mais uma fase do programa IVAucher. Depois do acumular de descontos e o do mês de transição, tem até ao final do ano para gastar o saldo nos vários espaços aderentes. Desde o início de setembro que pode consultar o valor que conseguiu juntar com faturas nos últimos meses.

Restauração, alojamento e cultura são os setores abrangidos com esta medida, nos quais poderá usufruir do desconto acumulado. Até ao final de setembro, apenas um por cento das empresas se inscreveram no programa, o que limita em muito as escolhas dos consumidores. É no site do IVAucher que consegue ter acesso a todos os espaços onde pode voltar a fazer compras.

Aqui terá também, se ainda não fez, se se inscrever se quiser usar o saldo que tem. Terá de permitir que os dados com o seu NIF sejam cruzados com a aplicação. É ainda necessário adicionar um cartão que poderá ser de refeição, bancário, de crédito, débito ou internacional.

É desta forma que irá receber o valor do reembolso a que tem direito e que quer usar. Na altura do pagamento, terá de liquidar a conta total, mas no dia seguinte irá receber nesse cartão o valor do desconto. Nunca poderá descontar mais do que 50 por cento do valor total da compra que está a fazer num dos setores que estão abrangidos, restauração, alojamento e cultura.

Ou seja, se o valor total a pagar for de 50€ e tiver um saldo de 70€, só poderá usar até 25€ desse valor. Os restantes mantém-se nesta conta do IVAucher para serem usados numa compra seguinte. Os descontos nunca são automáticos e cabe ao cliente decidir onde é que os vai gastar.

Os valores de IVA acumulados nos últimos meses são diferentes nos setores. No alojamento é referente a 6 por cento do valor da fatura. Na restauração varia entre os 6 e os 13 por cento, e na cultura é também de 6 por cento.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT