restaurantes

Plants & Co: o novo restaurante saudável de Lisboa onde tudo é vegan e sem açúcar

É um conceito plant based, onde os legumes e os vegetais estão em destaque. O menu foi criado por um chef e uma nutricionista.
Pode fazer a sua própria bowl.

No interior de um ginásio não fazia sentido estar outro restaurante que não fosse dedicado à alimentação saudável. É isso que acontece no Circle Lisboa, em São Sebastião, onde desde 10 de maio está em soft opening o Plants & Co. Pelo nome, percebe-se que os legumes e vegetais têm um papel de destaque na cozinha. A verdade é que este é um conceito vegan, 100 por cento plant based, sem qualquer proteína animal, lactose e açúcares refinados.

Tudo foi pensado para ser o mais equilibrado possível, sem esquecer o sabor dos pratos. As receitas foram criadas com a ajuda de uma nutricionista e elaboradas pelo chef Hugo Candeias. É provável que o conheça do projeto The Art Gate, o espaço do Chiado.

O português passou os últimos anos à frente da cozinha do Hoja Santa, o restaurante de Albert Adriá em Barcelona, Espanha. Desde março de 2020 que assumiu a chefia do The Art Gate. Desde maio que assina a carta do novo restaurante de Lisboa.

O menu tem a informação nutricional de cada uma das bowls, que estão em maioria entre as opções. Desde os gramas de proteína, hidratos de carbono, açúcares, gordura, fibras e sódio, está tudo lá identificado como se fosse um rótulo de um produto qualquer de supermercado. Tem indicada a informação por porção, mas também por cada 100 gramas.

Outra das preocupações é a origem dos produtos. A grande maioria são nacionais, biológicos e da época. As plant bowls, como são chamadas, estão disponíveis no restaurante entre o meio-dia e as 16 horas. Depois disso, e até às 21 horas, podem ser consumidas no espaço, mas numa versão grab & go. O delivery também está disponível.

Todas as bowls têm informação nutricional.

Entre as opções tem, por exemplo, a Low Carb (10,50€), com falafel de batata doce, mix de folhas, sementes de abóbora, húmus de grão e molho de iogurte e hortelã; a Gluten Free (11,50€), com arroz negro, beterraba assada, cogumelos, tomate cherry, húmus de beterraba e feijão branco; ou a Fibre (12€), com kale marinada, abacate, cebola roxa, pepino, manga, picke de rabanete, feijão branco e um creme de caju e endro.

Há ainda a hipótese de fazer a sua própria plant bowl, com os seus ingredientes favoritos. Neste caso, custa 13,50€ e junta uma base que vai desde o arroz negro, à batata doce ou ao repolho; uma proteína, com os pastéis de tofu; toppings, como sementes de abóbora, girassol ou sésamo; e um molho, como o creme de abacate ou tahini.

Claro que existe um conjunto de chás, smoothies para acompanhar. Já nas sobremesas, não encontra açúcares refinados. Para terminar a refeição, há muffin de banana com amendoins e arandos (2,50€) ou a mousse de chocolate com manteiga de amendoim e noz pecan (3,50€).

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Marquês Sá da Bandeira 16A B, 1050-148 Lisboa
    1050-148 Lisboa
  • HORÁRIO
  • Das: 08:30
  • Às: 21:00
  • Fecha segunda.
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€
TIPO DE COMIDA
Saudável

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT