Restaurantes

Quem é Ana Magalhães, a jovem de Lamego que ganhou o concurso Chefe Cozinheiro do Ano?

Esta foi a 33.ª edição do prémio. Há 23 anos que não vencia uma mulher. “É um sentimento de missão cumprida, de libertação.”
A jovem de 23 anos é natural de Lamego.

O gosto pela cozinha entrou por acaso na vida de Ana Magalhães. Aos 11 anos, a jovem natural de Lamego começou a ajudar a mãe a preparar as refeições para os irmãos — era a mais velha de três. “Precisava sempre de um banco para chegar ao fogão. Lembro de preparar massa à bolonhesa”, conta à NiT. Entrou para a escola de hotelaria por incentivo da família e passou a gostar cada vez mais da área. Não se imagina a fazer outra coisa neste momento.

Aos 26 anos, ganhou o concurso nacional Chefe Cozinheiro do Ano 2022. A final decorreu esta quarta-feira, 29 de junho, na FIL, em Lisboa. Há 23 anos que uma mulher não vencia esta competição que já vai na 33.ª edição. Contando com Ana foram apenas cinco as cozinheiras a receber esta distinção.

“É um sentimento de missão cumprida, de libertação. Sempre fui muito anti-machismo. A cozinha profissional é muitas vezes um mundo de homens. Tinha o peso de muitas mulheres em cima de mim”, acredita.

Em 2019 era para ter concorrido a este prémio a título individual. Tal não chegou a acontecer, mas fez parte do desafio ao entrar na equipa de um outro colega. “Era para ter participado nesse ano, mas tive receio, pelo facto de ser mulher, que muitas vezes sinto que é uma barreira nesta área.”

Por exemplo, já chegou a trabalhar em cozinhas onde lhe deram fardas de homem. “O nosso botão é abotoado ao contrário, nós também temos um lugar na cozinha e merecemos uma farda digna.” Apesar de acreditar que este ainda é um mundo de homens, sente que já começa a existir alguma valorização.

“Já tive muitas pessoas e colegas que me disseram que as mulheres fazem falta nas equipas, que trazem outra sensibilidade e que são mais atentas e cuidadosas com os pormenores.”

O caminho até à final do Chefe Cozinheiro do Ano 2022 começou há uns meses. De milhares de jovens chefs participantes foram escolhidos apenas 18 para as três etapas regionais. Ana  venceu a que juntava concorrentes do norte e do centro. “Nunca imaginei chegar à regional, quanto mais ganhar o concurso.”

Nesta final, em Lisboa, teve quatro horas e meia para apresentar quatro pratos aos jurados. Juntamente com a equipa que a acompanhou fez um escabeche de cavala com amêndoa; grão de bico com um estufado de línguas de bacalhau; cabrito assado com arroz de miúdos e leite creme de alfazema com chocolate, mel e limão.

Tinha 14 anos quando entrou na escola de hotelaria de Lamego e começou a acumular o saber que mostrou nesta competição. “Uma pessoa com essa idade nunca sabe bem o que quer fazer da vida. Até ao nono ano era uma aluna mediana. Depois de entrar em hotelaria passei a ser uma das melhores da turma.”

Seguiu os estudos nesta área muito por incentivo da mãe. “Uma das formadoras da escola era minha vizinha e a minha mãe um dia disse-me para ir com ela conhecer o espaço. Gostei e inscrevi-me.” Tirou dois cursos em quatro anos — o de técnicas de cozinha e pastelaria e o de gestão e produção de cozinha.  Depois começou fez vários estágios e trabalhou em diversos espaços pelo País.

Passou pelo Hotel Rural Quinta de Nossa Senhora do Carmo, pelo Hotel Vila Park, pelo Falésia Hotel e pelo The Yeatman. Desde 2019 que faz parte da equipa do Hotel Six Senses Douro Valley. “Já fui promovida e neste momento sou chef júnior.”

Assume que não tem um ídolo na cozinha, mas que prefere quem adota um estilo mais sustentável. “Sigo mais quem pega em desperdícios e faz grandes pratos, mais experiências deste tipo, mas também uma cozinha mais ligada ao sabor e à tradição.”

O futuro ainda é algo incerto, mas ter um projeto próprio não está nos seus planos. “Não é algo que ambiciono. Quero viajar, conhecer diferentes culturas, fazer mais estágios, conhecer mais pessoas e aumentar os contactos.”

Carregue na galeria para ficar a conhecer melhor os pratos que Ana Magalhães preparou na final do concurso Chefe Cozinheiro do Ano 2022.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT