Restaurantes

Técnicas francesas e produtos portugueses — o segredo da estrela Michelin do Le Monument

"Esta distinção era um dos nossos objetivos desde a abertura", confessa à NiT o chef Julien Montbatut.
Fotografia: @miin_design.

Cerca de uma semana depois daquela que é uma das mais importantes (e esperadas) noites para o mundo da restauração e todos os gastrónomos, os protagonistas ainda tem muito para contar. Falamos, claro está, da gala ibérica do Guia Michelin, que teve lugar em Toledo, na Espanha, a 22 de novembro.

Desta vez, conversamos com Julien Montbatut, chef à frente do Le Monument, proposta gastronómica do Le Monumental Palace, em plena Avenida dos Aliados, no Porto. Quatro anos após a inauguração, o espaço que proporciona, “acima de tudo, uma experiência com a sua própria identidade, por ser capaz de aliar as técnicas da cozinha francesa” que é a base da formação do responsável, aos “produtos distintos que Portugal oferece”, recebeu a primeira estrela.

À NiT, Montbabut não esconde que o um prémio era desejado. “Esta distinção era um dos nossos objetivos desde a abertura e foi algo para que trabalhámos arduamente”, revela. Trata-se do “reconhecimento internacional do esforço e da dedicação de toda a equipa envolvida neste projeto”, acrescenta.

A conquista resulta de vários fatores, defende o cozinheiro. “A nosso ver, esta distinção só foi possível porque todos os detalhes tornam o nosso produto final único. Desde a qualidade dos ingredientes portugueses que utilizamos, as técnicas de cozinha, a seleção de vinhos que dispomos e a minha história desde que cheguei a Portugal.”

Se o nível de excelência permaneceu inalterado ao longo dos últimos quatro anos, o mesmo não se pode dizer da proposta em si. “No início, o menu que oferecíamos era inteiramente francês. À medida que fui descobrindo um País que nunca tinha visitado antes, facilmente percebi que a qualidade do terroir português só poderia acrescentar valor ao projeto. Agora o nosso menu é inteiramente português e evidencia o melhor de regiões como Trás-os-Montes, Beiras ou Açores”, conta o chef.

Acalmados os ânimos, o principal “objetivo é continuar o percurso que temos vindo a fazer até agora, com um conceito diferenciado e muito próprio, e dar a conhecer o que de melhor há em Portugal”, conclui Montbabut.

O Le Monument oferece dois menus de degustação de 10 e 14 momentos, ambos intitulados “Uma Viagem por Portugal. Custam, respetivamente, 105€ e 125€.

Analise a nova lista de restaurantes com estrela Michelin e leia sobre o significado da distinção atribuída ao Encanto para a cozinha de base vegetal, segundo José Avillez. O artigo acerca da “cozinha de produto português”, assim como a peça que se debruça sobre o convívio harmonioso da cultura japonesa e dos sabores do mediterrâneo, que valeram, respetivamente, o reconhecimento ao Euskalduna Studio e ao Kabuki, também lhe podem interessar.

Por fim, descubra como a “autenticidade” e “excelência” do Kanazawa levaram o espaço portuense a participar no campeonato exclusivo que é o Guia Michelin.

Carregue na galeria para espreitar o Le Monument e os pratos que servem.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Avenida dos Aliados, 151.
    4000-067
  • HORÁRIO
  • Terça-feira a sábado.
PREÇO MÉDIO
Mais de 50€
TIPO DE COMIDA
Portuguesa

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT