Restaurantes

Um cliente da Glovo gastou mais de 2.250€ em hambúrgueres num ano em Portugal

Foram entregues em média 4,2 unidades por minuto no País durante 2021. A maioria dos pedidos aconteceu aos fins de semana.
Portugal é um dos países que mais hambúrgureres consome.

Os hambúrgueres não são o prato do dia — para a maioria das pessoas, pelo menos. Há quem os peça apenas uma vez por semana porque é aquilo que têm mesmo vontade de comer naquele dia, para ajudar a curar a ressaca ou apenas para desenrascar. Ainda assim, em 2021, um cliente da Glovo pediu mais de que um por dia: no total encomendou 436. Gastou um total de 2.251,50€.

Este é apenas um dos dados curiosos compilados pela plataforma de entregas. Este sábado, 28 de maio, comemora-se o dia internacional do hambúrguer, um dos pratos mais pedidos na Glovo no País no último ano.

Se acha que é um exagero, a empresa explica que em 2021 entregou uma média de 4,2 unidades por minuto em Portugal. O País está mesmo entre os que mais consomem esta iguaria a partir desta plataforma em todo o mundo.

Lisboa ficou em 12.º lugar num ranking que juntou mais de 1400 cidades onde a Glovo opera. A companhia não revela marcas, mas adianta que o clássico cheeseburger é o mais comum entre os pedidos dos vários restaurantes de fast food, e não só.

Ao fins de semana os pedidos foram mais elevados ao longo do último ano. Em média, a percentagem de encomendas de hambúrgueres cresceu às sextas-feiras (16 por cento), mas também aos sábados (16,7 por cento) e aos domingos (17,4 por cento).

A Glovo conseguiu ainda perceber os dias de 2021 em que os portugueses mais pediram este tipo de prato. O pico aconteceu nos feriados de dezembro, dias 1 e 8. Apesar de uma quebra nas alturas do Natal e Ano Novo, logo na primeira semana de janeiro os pedidos aumentaram mais de 20 por cento em comparação com a semana anterior.

Carregue na galeria para conhecer alguns dos novos hambúrgueres de Lisboa.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT