Beleza

As primeiras máscaras faciais sólidas já chegaram ao mercado (e são portuguesas)

A marca Musa Natural Cosmetics lançou uma coleção com seis opções inovadoras que vão transformar o seu ritual de beleza.
A marca foi lançada em 2017.

As máscaras faciais, devido às suas cores e camada rugosa, fazem-nos parecer saídos de um filme de ficção científica. No entanto, apesar do aspeto engraçado, são uma das formas mais rápidas de deixar a pele bonita, sobretudo quando não há tempo ou dinheiro para tratamentos mais profundos. Os resultados são quase milagrosos e a sua aplicação pode ser encarada como um momento terapêutico.

Com a evolução da indústria da cosmética, que não para de se reinventar, há cada vez mais opções para todos os tipos de pele e para efeitos diferentes. Surgem também em vários formatos, desde os cremes ao pó, mas ainda faltava uma opção que a marca portuguesa Musa acabou de apresentar ao mercado. Graças a Catarina Nobre, de 28 anos, as máscaras faciais sólidas passaram a ser uma opção.

Antes de fundar a etiqueta, em 2017, Catarina formou-se na área do design. O seu primeiro contacto com o mundo dos cosméticos passou por criar embalagens de produtos. Participou no programa de televisão Shark Tank, em 2016, e consolidou este interesse ao trabalhar numa empresa de certificação de cosméticos. “Aprendi a parte mais técnica que me faltava sobre a cosmética, além do que já tinha adquirido por conta própria”, conta à NiT.

A pedido de uma amiga, inscreveu-se num workshop de sabonetes e a decisão, de acordo com a fundadora, definiu o seu percurso. Neste momento fraturante para a sua carreira, “surgiu a vontade de pesquisar mais e descobrir a forma de fazer produtos de forma mais natural possível”, refere, sublinhando que o seu objetivo sempre foi abrir um negócio próprio.

Todas as matérias-primas são naturais.

Apesar da carga burocrática pesada, que atinge da mesma forma as marcas pequenas e as etiquetas que estão nas prateleiras dos supermercados, não desistiu. Continuou a aprender e, após juntar algum dinheiro para avançar com a ideia, deu origem à Musa, uma marca portuguesa especializada em cosmética natural e artesanal. A premissa foi, desde o início, revolucionar os rituais de beleza.

Toda a filosofia do negócio se baseia num consumo consciente, mas Catarina acredita que “esta transição não deve ser aborrecida” e, por isso, apostou no design dos produtos: “No fundo, desmistificamos a ideia de que o produto natural não tem cor e precisa de ser o mais sóbrio possível. Mudámos essa abordagem com uma imagem mais contemporânea e com mais cores”.

Os produtos são desenvolvidos num espaço de produção próprio, no Fundão, dividido em duas partes. De um dos lados, está a exposição de todos os produtos para as encomendas online e, do outro, existe um laboratório, onde são testadas as matérias-primas e desenvolvidas todas as fórmulas que marcam os artigos estrela da marca.

“Quando lançámos a linha de champôs sólidos, foi o que nos impulsionou mais”, explica. “Durante a altura do confinamento, quando as pessoas falavam da nossa marca, mencionavam o produto pela facilidade de utilizar, de fazer espuma e a satisfação do couro cabeludo”.

Uma nova opção no mercado

Depois dos sabonetes artesanais, dos champôs e dos condicionadores também sólidos, entre outros produtos, a Musa lançou uma coleção de seis máscaras faciais sólidas. Trata-se de um produto único no mundo e, que por isso, exigiu muito tempo de pesquisa e de experiências.

“Já tentava criar este produto antes de ter a Musa, mas de forma rudimentar. Decidi resgatar a ideia e melhorá-la, porque ainda existe essa lacuna no mercado. Existe um problema de sustentabilidade com as máscaras descartáveis que quisemos contornar”, menciona.

Além da preocupação ambiental, a vantagem deste artigo inovador passa pelo tamanho que, por ser muito pequeno, permite viajar com ele sem andar com frascos atrás. Catarina destaca ainda uma vantagem económica, já que cada máscara dura cerca de 80 utilizações em contraste com um número mais reduzido nas restantes opções.

A coleção é composta por uma máscara facial sólida para pele oleosa e mista, uma para pele seca e normal, uma máscara de noite, uma opção scrub&mask, uma máscara de olhos e ainda stickers solúveis para borbulhas. Os seis produtos proporcionam um cuidado extra para a rotina de cuidado de rosto habitual, “com uma base cremosa que deixa a pele seca depois de ser retirada com água”.

Os produtos já estão à venda no site da marca com preços entre os 7€ e os 9€.  Brevemente estarão também disponíveis em mais 50 pontos de venda especializados de norte a sul do país.

Carregue na galeria para conhecer todas as máscaras faciais, assim como outros produtos mais vendidos da Musa.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT