Beleza

As unhas de cores vibrantes estão de volta — mais modernas e minimalistas

Os tons garridos costumavam ser um pesadelo por serem difíceis de manter. O melhor desta tendência? É fácil de fazer em casa.
Está a invadir as redes sociais.

Quem cresceu a ver reality shows como “The Real Housewives”, sabe que a controversa manicura francesa era uma marca registada das participantes. Antes da associação a estrelas de televisão, as unhas com as famosas pontas brancas eram sinónimo de sofisticação. O estilo já era usado pelas atrizes de Hollywood na década de 70, uma vez que, devido à sua aparência natural, combinavam com diversos figurinos.

Ao longo dos anos, a popularidade deste tipo de unhas conheceu altos e baixos. Um dos momentos mais controversos da tendência aconteceu nos anos 2000, durante um desfile da Victoria’s Secret. Antes das acusações de falta de representatividade ou de más condições de trabalho, a marca norte-americana foi criticada por um desfile no qual as modelos surgiram com french tips longas e brilhantes. Para muitos, já representava a falta de gosto.

Marcado pela clássica ponta branca e base rosa, é um dos estilos que gera mais discórdia. Quer prefira o formato oval, bicudo ou quadrado, a fórmula tornou-se um clássico no mundo da beleza. E, volvidas várias décadas, a hashtag #frenchmanicure tem mais de 230 milhões de visualizações no TikTok.

Apesar das críticas, não há como negar que a aparência intemporal faz dela uma das manicuras mais versáteis. Entre as várias versões mais consensuais, há uma nova iteração que tem deixado muitas mulheres entusiasmadas para regressar ao salão. Entrámos na era da manicura francesa dupla, também conhecida como “pontas flutuantes”.

A tendência segue o mesmo estilo arqueado das unhas clássicas, mas com duas tiras coloridas na ponta — em vez de uma única tira branca. É a oportunidade para brincar com vários tons ou larguras, podendo acrescentar apontamentos de nail art em voga, como laços, por exemplo. Se antes os tons garridos eram o pesadelo das mulheres por serem difíceis de manter, agora trazem inúmeras vantagens.

Alguns exemplos de inspiração.

“Tornaram-se muito populares por funcionarem como uma espécie de design híbrido”, explica à NiT a nail artist Tânia Almeida. “Este trabalho permite mostrar a unha natural como muitas preferem e, ao mesmo tempo, adicionar um toque de cor de uma forma mais interessante e sem deixarem de ser elegantes.”

Algumas das experts mais famosas no Instagram, como Betina Goldstein e Mei Kawajiri, têm promovido ativamente a tendência. Defendem que é um estilo minimalista ideal para o verão, que se pode adaptar ao gosto e estética de cada um, quer prefira acrílicos, verniz ou gel.

Algumas das combinações mais populares são as linhas néon sobre uma base nude ou transparente, pelo contraste que cria, ou cores suaves — como o lavanda ou rosa claro — combinadas. Se gostar de um resultado mais gráfico, pode apostar em misturas de alça definição como preto e branco.

Entre as inúmeras possibilidades, “também pode optar por duas tiras grossas de verniz ou linhas mais finas”, acrescenta. Já as mais arrojadas podem experimentar ambas ao mesmo tempo.

Como atingir o visual?

Em geral, o processo não é excessivamente demorado, sendo que pode levar entre 30 a 40 minutos, desde a preparação ao acabamento. Após se certificar que as unhas estão limpas e secas, deve empurrar as cutículas para trás e aplicar uma camada de verniz transparente ou de outra cor clara, para criar uma base uniforme.

Ao escolher a cor desejada, aplica-se a tonalidade formando uma linha reta na extremidade de cada uma. Pode fazê-lo em casa, à mão livre ou com um pincel fino, ou procurar a ajuda de um profissional. Porém, não é obrigatório dirigir-se ao salão.

Para evitar borrões ou manchas, segue-se o processo de secagem e os ajustes finais. A duração pode ser prolongada com um produto de acabamento transparente, que não só as torna mais resistentes, como também dá uma aparência mais brilhante à manicura.

O estilo moderno e a versatilidade não são os únicos fatores que têm atraído tanta gente. Se nota imperfeições ou tem as pontas danificadas, o estilo colorido pode ajudar a disfarçar esses problemas, resultando num visual mais polido e elegante.

Dependendo da rapidez de crescimento das unhas, a especialista recomenda o retoque das pontas entre uma ou duas semanas. Neste intervalo, é importante evitar atividades que possam danificar as pontas e, “se o acabamento transparente começar a descascar, pode reaplicá-lo para manter as unhas protegidas e com brilho”, conclui.

Carregue na galeria para ver exemplos de manicures com unhas quadradas, outra das tendências para este ano.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT