Beleza

Corte Vadio: o cabeleireiro que vai ter consigo para cortar o cabelo em qualquer lugar

Através de uma plataforma digital, pode escolher o local, o tipo de serviço, o profissional e a data de marcação.
Pode escolher o seu próprio barbeiro.

As idas ao barbeiro estão a começar tornar-se uma coisa do passado. A afirmação, embora pareça não corresponder à realidade de muitos portugueses, é a filosofia pela qual se rege a plataforma Corte Vadio. Seja por causa do tempo de espera nos cabeleireiros ou pela necessidade de nos deslocarmos, encontrar disponibilidade para ir cortar o cabelo ou fazer a barba é cada vez mais complicado. Gonçalo Casimiro começou a aperceber-se de todos estes problemas e encontrou a resposta nas vantagens do digital.

A premissa do projeto é bastante simples. O profissional de 31 anos quer, tal como o nome indica, que o corte seja vadio. O atendimento pode acontecer onde e quando o cliente quiser — basta fazer a marcação através da plataforma. Inicialmente lançada em janeiro de 2022, só no mês de novembro é que o negócio está a colocar todos os serviços pretendidos disponíveis e a preparar-se para tornar a indústria da beleza ainda mais digital.

Barbeiro há dez anos, Gonçalo trabalhou em vários estabelecimentos de renome. Quando começou a sentir vontade de o fazer por conta própria, surgiram inúmeros desafios. “Era difícil em termos monetários e não conseguia arranjar um espaço. Além disso, não sabia qual a melhor zona de Lisboa para abrir um negócio”, conta à NiT.

O sonho ficou em stand-by até que começou a perceber as lacunas e os problemas que existiam nos locais em que trabalhava. As complicações no atendimento ou nas marcações, que levam a muitos cancelamentos e remarcações, levou-o a pensar numa solução para oferecer uma proposta mais compatível como a disponibilidade dos clientes. Se inicialmente queria uma barbearia física, percebeu que o melhor modelo de negócio seria o serviço ao domicílio.

Ainda antes da pandemia começar, Gonçalo começou a elaborar o seu negócio modelo de negócio. A Corte Vadio conta com uma aplicação que, por questões de programação, levou mais tempo a avançar que o esperado. “Achei que ia ser uma coisa mais rápida”, explica, reforçando que teve de improvisar os planos que traçou. Arranjou sócios e, no início do ano, o primeiro protótipo da plataforma ficou disponível ao público.

O layout da plataforma.

Deste esforço, resultou um serviço acessível a um grupo heterogéneo de pessoas e com um design bastante clean. São cerca de quatro passos até ter um profissional disposto a ir até sua casa: basta inserir a morada, escolher o tipo de corte e o respetivo barbeiro. Por fim, seleciona o horário mais adequado.

Neste momento, podem optar pelo corte de cabelo (23€), tratar do cabelo e barba (28€), rapar (18€) ou fazer a barba (15€.) Quanto ao modelo dos serviços prestados, também pode escolher entre corte rápido ou em grupo.

“No corte rápido, a partir do momento em que se inscreve e faz o pedido, no pedido seguinte já vai ter as informações todas, com o barbeiro disponível já selecionado e basta avançar”, explica. Se estiver numa casa com mais amigos, pode acrescentar o número total de pessoas e recorrer ao corte em grupo. Esta funcionalidade pretende servir para empresas, o foco atual.

“Pensámos no cliente e nos barbeiros, porque tanto quisemos facilitar a vida de quem usufrui dos serviços como dos profissionais”, refere. Os barbeiros que queiram juntar-se à plataforma também se podem candidatar através da mesma, criando-se uma comunidade dinâmica que reúne conhecimento de várias técnicas e especialidades: “Na primeira campanha, conseguimos mais de 200 inscrições. Foi um número surpreendente e a seleção está a ser feita por mim”.

A Corte Vadio opera atualmente nas zonas de Lisboa, Oeiras, Cascais, Odivelas e Amadora. No entanto, a ideia é que possam vir a trabalhar de norte a sul do País. “Gostávamos de ir para o Porto a seguir e, depois, ir descendo. Braga, Leiria e Santarém estão entre os nossos objetivos”, conclui. Se vive numa das zonas onde os serviços já estão disponíveis, pode registar-se e agendar a sua marcação através do site do projeto ou visitar a página de Instagram.

No mundo da beleza, as tendências surgem com ainda mais frequência no mundo feminino. Carregue na galeria para ver a forma como o bob carré, o corte de cabelo democrático que favorece as mulheres mais baixinhas, está a ser utilizado por vários tipos de mulheres.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT