Beleza

Da depressão ao amor próprio: a influencer de 79 anos que posa de biquíni e lingerie

Com o apoio do neto, a brasileira Coracy Arantes redescobriu-se nas redes sociais. Normaliza o envelhecimento com muito humor.
Faz conteúdos sobre moda, beleza e conteúdos humorísticos.

Com muito ânimo e carisma, Coracy Arantes, de 79 anos, coloca sorrisos no rosto dos 3,5 milhões que a seguem na conta do TikTok. Através da sua presença digital, quer distribuir alegria, já que a influencer passou por uma depressão que a fez perder o entusiasmo. Três anos depois, recuperou o otimismo e adora o seu próprio corpo.

A criadora de conteúdos mora no estado de São Paulo, no Brasil, mas nasceu em Goiás. Recorda a juventude com nostalgia: “Morava numa fazenda e gostávamos de fazer festas no final de semana, de organizar bailes e usava imensos vestidos. Era tudo tão lindo”, conta à NiT.

Cresceu, mas manteve o espírito energético na sua vida profissional. Era cabeleireira e penteou cabelos um pouco por todo o Brasil . “Era uma senhora casada, com duas filhas. Trabalhei em várias partes do país”, acrescenta. “Quando o meu marido ficou doente com cancro, fiquei a cuidar dele. Passei por uma depressão que se agravou depois de ele falecer.”

Em 2019, sentiu que precisava de mudar de vida e decidiu reinventar-se. Viu num programa de televisão uma senhora mais velha a contar a sua história partilhou problemas semelhantes aos da goiana. Tinha superado a situação graças à dedicação ao mundo digital, que lhe trouxe imensos estímulos a nível de criatividade e de abertura a novos horizontes. O relato impressionou Coracy e levou-a a querer fazer o mesmo.

Coracy mantém sempre a ringlight por perto.

“Quando contei a história dela ao meu neto [Gabriel Arantes, de 20 anos], perguntou-me se eu queria fazer [vídeos]. A Internet era uma coisa muito difícil para eu aprender, mas comprei um telemóvel e começámos juntos, de forma simples. Não tinha muita esperança de que fosse correr bem.”

O empenho de Coracy deu frutos e, graças à nova distração, começou a explorar facetas da sua personalidade que estavam ocultas devido aos problemas mentais. No espaço de dois meses, tinha mil pessoas a segui-la. Em meio ano, chegou às cinco mil. Hoje soma milhões de seguidores.

O primeiro vídeo viral

No início, a ex-cabeleireira focava-se em tópicos como o cabelo e maquilhagem: “Durante toda a minha vida, sempre gostei de me arranjar. Agora, ainda me dá mais prazer porque posso criar os meus próprios conteúdos. Gosto de partilhar esta paixão”, diz.

Com a ajuda do neto Gabriel, e com o apoio do público feminino, surgiram novas ideias. Coracy recorda-se do seu primeiro vídeo viral, uma transição onde surge com uma blusa floral e, em segundos, volta a aparecer com um blazer aberto, sem nada por baixo. As reações foram tão positivas que alcançou os 75 milhões de visualizações.

@blogdacora

♬ boom – siredaudio

 

“Vestir roupa e sentir-se bem com ela, para mim, é maravilhoso”, reforça. Esta atitude reflete-se na forma como celebra o seu corpo, ao surgir muitas vezes de biquíni ou de lingerie. E, se pode causar estranheza a algumas pessoas, a brasileira confessa que o faz porque se sente bem.

“Sempre fui muito vocal quanto ao empoderamento feminino e a questões de autoestima. Não tenho vergonha de usar um fato de banho e mostrar às pessoas. Cada um tem a sua vontade e eu sinto-me feliz quando uso”, diz. Uma atitude que impressiona os seguidores que a acompanham através do telemóvel: “Há muitas mulheres, mesmo mais novas, que começaram a usar estas peças mais vezes por minha causa”.

O sucesso estrondoso trouxe-lhe propostas comerciais e a oportunidade de colaborar com marcas. Já foi escolhida pela Nivea e pela Zanphy, para promover maquilhagem, deu o rosto pela marca de bebidas Beats Drink e até falou sobre a saúde nos idosos para um grupo farmacêutico, a Janssen.

“Já recebi comentários negativos de pessoas mais velhas, que acham que não posso usar certas roupas ou comportar-me de determinada maneira”, revela sobre o lado menos positivo da exposição que tem. Algumas amigas acabaram por se distanciar por causa dos conteúdos que produz, um efeito secundário daquilo que Coracy faz quase como missão. “Acho que estou a mudar a mentalidade das pessoas. Ouço muita gente dizer que quando tiver a minha idade vai fazer igual. Não precisam de ter a minha idade, podem começar já”.

Carregue na galeria para ver alguns dos melhores looks de beleza e de moda que Coracy Arantes partilha nas redes sociais, como o Instagram. Leia também outras histórias inspiradoras de mulheres mais velhas como a da portuguesa Nazaré Pinela, da estilista Linda Rodin ou da antiga professora Laura Braz.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT