Beleza

A nova marca portuguesa de maquilhagem não tem rótulos nem género

A Darte Cosméticos foi lançada no início de fevereiro pelo maquilhador Duarte de Assunção.
Duarte de Assunção maquilha desde os 14 anos.

Aos 14 anos começou a trabalhar em pequenos salões de cabeleireiros em Abrantes, a sua terra natal, onde fazia trabalhos de maquilhagem. Um ano mais tarde, Duarte de Assunção, também conhecido pelos amigos por Du, decidiu em conjunto com os pais que estava na altura de vir estudar ates para Lisboa e descobrir qual era a sua verdadeira vocação.

Escolheu a Escola Artística António Arroio e inscreveu-se em Têxteis. Entre experiências em teatro e cinema, a conclusão a que chegou foi que era mesmo à maquilhagem que queria dedicar a sua vida. Hoje, com 19 anos, conta que investiu o seu tempo a perceber melhor as possibilidades que esta forma artística nos dá para encontrarmos a nossa liberdade.

Depois de mergulhar de cabeça na indústria, juntou ao currículo colaborações com marcas, eventos e revistas, como a Coca Cola Company, Vodafone Portugal, L’Oréal, Pedradura, ModaLisboa, “Vogue” e “Cristina”. Mas também foi procurado por algumas das maiores celebridades em ascensão no nosso País — Blaya, Carolina Deslandes, Alba Baptista ou a influencer Inês Rochinha são apenas algumas delas. Acumulou uma comunidade com mais de 14 mil seguidores no Instagram e, há cerca de dois anos, resolveu que queria lançar a sua própria marca de pincéis quando sentiu que faltava no mercado um produto que fosse “verdadeiramente versátil”.

A Darte Cosméticos chegou a 5 de fevereiro para vender o primeiro pincel desenvolvido pelo maquilhador, depois de dedicar longos meses ao seu aperfeiçoamento. “Senti necessidade de lançar este projeto porque, no caso de um pincel, este funciona como a extensão de qualquer artista”, começa por contar à NiT. “Apesar de usar muito as mãos no meu trabalho, um pincel é uma ferramenta a usar para a aplicação de produtos como pós.”

O conceito da marca passa por combinar a arte com a natureza. A a ideia, revela Du, é lançar muitas outras propostas no futuro. Este projeto irreverente, explica, não tem rótulos nem género. “Quando falamos numa marca sem rótulos, a Darte Cosméticos é a primeira a nível internacional que não aplica um uso específico para casa produto. Na maquilhagem, existe o conceito de que um batom é um batom e uma sombra de olhos é uma sombra de olhos. Este projeto desconstrói o conceito de rotulagem e coloca ao consumidor a liberdade de poder aplicar texturas como este quiser, sem medo.”

darte
O pincel é a primeira proposta.

A linha de pensamento passa mesmo por isso: apresentar a maquilhagem como um espaço de liberdade para todos. Todas as coleções terão stock limitado e serão projetos únicos. O design é da autoria de Du e a produção dos pincéis é feita no Japão. No entanto, o maquilhador sublinha que existiu um esforço por procurar sempre parceiros portugueses que pudessem complementar tudo o resto, desde as embalagens à sua distribuição, ambos feitos por uma empresa de Oliveira de Azeméis com recurso a materiais naturais e sustentáveis, tentando reduzir o uso de plástico a zero.

O primeiro pincel da Darte Cosméticos está à venda na loja online por 30€. As cerdas foram desenvolvidas para se adaptarem a qualquer textura, líquida cremosa ou em pó. São encaixadas na própria madeira do pincel, aumentando a sua durabilidade e feitas de plástico reciclado infuso num banho de óleos essenciais que resulta numa sensação de cerdas naturais. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT