Beleza

Estudo revela que a procura por serviços de cabeleireiro disparou nas últimas semanas

Procura por esteticistas e massagistas também aumentou significativamente.
Toda a gente quer voltar.

Ainda não chegámos ao tempo de pensar em desconfinar, de abrir lojas ou de voltar à vida normal. Foi isto que disseram nos últimos dias o primeiro-ministro e o Presidente da República aos portugueses. Mas a verdade é que os dados mais recentes de um estudo revelam que a cabeça da maioria das pessoas já está fora de casa, quase literalmente. De acordo com este estudo, realizado pelo OLX, a procura por serviços de cabeleiro, estética e massagens disparou ao longo das últimas quatro semanas.

O estudo, a que a NiT teve acesso, revela que entre a primeira quinzena da janeiro e o mesmo período do mês de fevereiro, o número de pesquisas relativamente a serviços de cabeleireiro aumentou 84 por cento em janeiro e cresceu mais 34 por cento em fevereiro. Em Lisboa e no Porto, especificamente, as pesquisas mais do que duplicaram. 

Igualmente no que diz respeito a serviços de estética, o estudo revela que o número de respostas a anúncios aumentou 35 por cento entre a primeira e a segunda quinzena de janeiro e voltou a subir 26 por cento nos primeiros quinze dias de fevereiro.

O estudo indica também que, só nas primeiras duas semanas de fevereiro, as pesquisas relacionadas com serviços de massagens aumentaram 21 por cento. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT