Beleza

Lidl vai eliminar microplásticos dos produtos de cosmética e higiene pessoal até 2021

O objetivo final da cadeia de supermercados é reduzir em 20 por cento a utilização de plástico no nosso País até 2025.

A cadeia de supermercados Lidl anunciou esta terça-feira, 22 de setembro, mais um compromisso para reduzir o plástico a curto prazo. Até 2021, a empresa alemã quer eliminar a presença de microplásticos nos produtos de cosmética e higiene pessoal da sua marca própria. 

Numa nota de imprensa a que a NiT teve acesso, a empresa assume a sustentabilidade ambiental como uma preocupação diária. “Apesar da utilização de microplásticos em produtos de cosmética e higiene pessoal não estar ainda proibida a nível comunitário, a empresa trabalha intensamente sobre o tema desde 2015, reconhecendo a importância de se reduzirem as emissões destas minúsculas partículas, independentemente da sua fonte”, indicam os responsáveis.

Em conjunto com os seus fornecedores de cosméticos e produtos de higiene pessoal, a empresa torna-se a primeira do setor do retalho alimentar a assumir o compromisso de eliminar os microplásticos das formulações até 2021, contando que a eliminação de polímeros sintéticos não resulte na limitação significativa do desempenho e segurança do produto.

O objetivo da Lidl é reduzir em 20 por cento a utilização de plástico até 2025, sendo a primeira cadeia em Portugal a assinar um pacto ambiental com as Nações Unidas e com a Fundação Ellen MacArthur, além de ser também o membro-fundador do Pacto Português para os plásticos.

No nosso País, foi a primeira empresa deste setor a descontinuar a venda de plásticos descartáveis, em agosto de 2018, evitando 12,5 milhões de copos e 5 milhões de pratos anualmente. Nos supermercados da Lidl, também já não há sacos de plástico para transportar as compras desde o final do ano passado, o que retirou do circuito cerca de 25 milhões de unidades por ano.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT