Beleza

Mito ou realidade: o bicarbonato de sódio ajuda a acabar com os cabelos brancos?

Várias mulheres recorrem à máscara caseira para disfarçar os fios grisalhos. A NiT tentou perceber os malefícios.
Cuidado com as consequências.

Síndrome de Maria Antonieta. Se nunca ouviu a expressão, refere-se ao medo do aparecimento, repentino e absoluto, de cabelos grisalhos na cabeça. Segundo a lenda, a cabeleira da rainha francesa ficou integralmente branca face à angústia da morte iminente aos 37 anos (a monarca foi condenada e executada em outubro de 1793).

É certo que o folículo capilar não se altera de forma tão drástica, mas a perda da coloração dos fios é uma inevitabilidade que aterroriza para muita gente. As mulheres encaram a situação como um sinal inequívoco do arranque do processo de envelhecimento que preferiam evitar.

Muitas confiam em mezinhas caseiras, na esperança de impedir (ou disfarçar) os fios cinzentos. Uma das mais populares só leva dois ingredientes: bicarbonato de sódio e água ou champô, para criar uma máscara consistente.

O sucesso reflete a simplicidade da fórmula: basta diluir uma colher de sopa do pó fino num corpo de água morna e aplicar nos fios. Após massajar os fios, deve deixar atuar durante 10 minutos e enxaguar tudo. Para um resultado melhor, há quem acrescente vinagre de maçã.

Contudo, antes de aplicar a mistura no cabelo é importante considerar os possíveis efeitos do bicarbonato de sódio, um composto químico com propriedades neutralizantes.

“Muitas pessoas não entendem que, tal como a coloração, este ingrediente é uma substância alcalina. Ou seja, consegue alterar o pH do couro cabeludo, porque tem uma acidez na ordem dos 8,6”, começa por explicar à NiT o tricologista Cláudio Peixoto. E “não há uma base científica” a apoiar o seu uso.

Será (realmente) eficaz?

A reação química provoca a abertura das “escamas” dos cabelos, consequência que pode alterar temporariamente a sua coloração. “Não altera os fios brancos de forma permanente, mas faz uma camuflagem semelhante à da tinta”, acrescenta. Normalmente, couro cabeludo tem um caráter ácido de 3,5.

Se a alcalinização significa que elimina impurezas, também se torna demasiado abrasivo para a pele. Ou seja, a solução temporária pode ter consequências graves e, muitas vezes, “irreversíveis”, tal como a origem de fios quebradiços, alergias, dermatites e irritações.

“Sempre que se utiliza a máscara com bicarbonato, o cabelo irá ficar mais seco e oleoso. Isto acontece porque se retirou a proteção natural do couro cabeludo, ficando sujeito a todas as agressões e mais exposto a fungos, parasitas e bactérias”, sublinha.

Após a aplicação da “mezinha”, a acidificação do cabelo pode ser feita com uma máscara própria. No entanto, o couro cabeludo tem de conseguir restabelecer o seu pH naturalmente, tal “como acontece depois de um arranhão, por exemplo”. Enquanto isso não acontecer, “o mínimo movimento” com uma escova ou secador irá danificar a fibra capilar.

Uma alternativa usada por muitas pessoas é o uso de champô seco, com bicarbonato de sódio na sua composição. O seu uso não “é desaconselhado”, mas continua a ser feito devido à crença de que pode ser eficaz a atuar contra a caspa. No entanto, o aumento da oleosidade pode agravar a dermatite seborreica.

“Cerca de 90 por cento das pessoas que recebo em consulta têm patologias provocadas pelo uso de produtos que não foram quimicamente controlados”, refere. “E, cada vez que se aplica uma máscara deste tipo, a exposição química da pele e o cabelo é muito elevada.”

Em alguns casos, a “mezinha” pode mesmo provocar tricodinia, uma inflamação no couro cabeludo marcada pela dor e aumento de sensibilidade na região. A intensidade dos sintomas varia e, numa fase mais avançada, pode ser acompanhada por uma queda de cabelo aguda e até calvície.

“Estas mezinhas vieram na tentativa de tentar ‘tapar o sol com a peneira’, sem resolver a causa do problema. Mas não são uma alternativa: são uma forma de piorar a situação e criam um ciclo vicioso sem fim, porque a pele sente-se ofendida”, conclui.

Carregue na galeria para descobrir como diversas mulheres adotaram a tendência gray blending e assumiram os cabelos brancos.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT