Beleza

O batom vermelho que favorece todas as mulheres custa menos de 10€

Quem o usa, destaca a durabilidade e o acabamento mate. Pode encontrá-lo à venda nos supermercados portugueses.
Um clássico não falha.

O mundo assistia à Segunda Guerra Mundial quando Winston Churchill tornou o batom num produto de primeira necessidade. Para o antigo primeiro-ministro britânico, o cosmético em tons encarnados era importante para subir a moral da população do Reino Unido. Numa altura em que a produção de cosméticos estava paralisada, Churchill abriu uma exceção para este clássico.

“Agora, mais do que nunca, a beleza é o teu dever”, lia-se numa edição da versão britânica da “Vogue”, em 1941. O slogan “beauty is your duty” acabou por ser adotado pelo ex-governante e passou da publicação feminina para a esfera política. Vivia-se uma época de recessão, mas a estratégia fez escalar a procura por este cosmético.

Dizem que a história se repete e, durante períodos de crise, a venda de batons — sobretudo vermelhos — sobe de forma considerável. Chama-se “a teoria do batom vermelho” e não é de admirar que em 2024, no meio de vários conflitos geopolíticos, a tendência volte a estar nos lábios de todas as mulheres.

A prova surgiu na noite de 4 de fevereiro, durante a 66.ª cerimónia Grammys, com dezenas de celebridades a definir as tendências mais glamourosas do ano.  Muitas das convidadas na gala apostaram em maquilhagens clássicas e neutras, onde a ousadia do batom vermelho chamou à atenção. A opção clássica foi vista em estrelas como Olivia Rodrigo, Taylor Swift ou Doja Cat.

Só há algo a ter em conta: os especialistas afirmam que há uma tonalidade indicada para cada tipo de pele. Isto não parece ser um problema, porém, com um dos maiores bestsellers no mercado. O batom líquido vermelho da coleção Superstay Matte Ink, da Maybelline, é um sucesso pela forma como se adapta a cada subtom. É um produto tão popular que a marca vende um por segundo em Espanha, adianta a “Elle” espanhola. Em 2023, tornou-se no produto para lábios mais vendido no país vizinho, onde foram comprados mais de três mil por dia. E a fama já se faz sentir em Portugal.

Líquido e mate.

Trata-se de um batom com acabamento mate que “dura até 16 horas”, segundo a descrição no site. E, de facto, quem o utiliza destaca o facto do produto durar até ao final do dia, além do facto de ter uma aparência vibrante sem se tornar excessiva.

Na Amazon, por exemplo, tornou-se o artigo mais bem-avaliado na plataforma online, com uma classificação de 4,6 estrelas (num total de 5) e mais de 33 mil comentários positivos. É também destacado pela empresa como um bestseller.

No entanto, não precisa de o encomendar: encontra-o facilmente nos supermercados portugueses. No Continente, por exemplo, o batom Matte Ink 20 custa 7,85€. No total, existem 18 cores disponíveis.

Se é fã de cosméticos, carregue na galeria para descobrir a lista completa dos produtos virais da Primor com preços até 10€.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT