Beleza

Este vai ser o penteado sensação da época de casamentos — e dura até ao fim da noite

A opção descontraída combina com todos os estilos de vestidos e tira anos de vida à noiva. Se for habilidosa, até pode arriscar fazê-lo em casa.
As noivas adoram.

Foi na Riviera Francesa que, em abril de 2023, Sofia Richie casou com produtor musical Elliott Grainge. Os olhos da maioria dos convidados estavam postos na criação feita à medida na Chanel, com as iniciais do noivo e a data da festa costuradas no forro interno. Já aqueles que preferem os detalhes viraram a sua atenção para a maquilhagem discreta ou para o penteado que, na altura, ainda não sabiam que ia ser um fenómeno nas redes sociais.

Meses mais tarde, a filha de Lionel Richie publicou um tutorial no qual ensinava o rápido processo. É simples: puxa-se o cabelo para trás com gel, faz-se um coque ou rabo de cavalo bem alto e, por fim, aplica-se um fixador. O resultado lustroso é um equilíbrio entre os penteados que as mulheres fazem todos os dias e a elegância que se espera numa cerimónia.

Nos últimos meses, o famoso sleek bun tornou-se num dos estilos mais procurados para a época de casamentos. Usado por celebridades como Vanessa Hudgens e Hailey Bieber, tem sido pedido tanto por quem se prepara para subir ao altar como pelas convidadas que não querem falhar na hora de tirar as fotografias oficiais.

“Vejo as mulheres a afastarem-se cada vez mais dos estilos que exigem muita manutenção. Têm optado por escolhas mais descontraídas e sem esforço”, explica o hairstylist André Rossi à NiT.  “Têm sido populares entre as damas de honor desde o verão passado, mas ultimamente, as noivas querem fazer escolhas mais fortes.”

@sofiarichiegrainge

Sleek lazy girl bun 🫶🏼

♬ original sound – Sofia Richie Grainge

A prova é que, se pesquisarmos por esta opção no TikTok, surgem cerca de 800 milhões de resultados em segundos. E o resultado raramente é idêntico. “A melhor parte é que há tantas variações deste estilo que nunca é aborrecido fazê-los. Estamos a adaptá-lo à personalidade da pessoa.”

A principal vantagem é que se mantém impecável durante todo o dia. Uma vez que os fios são penteados para trás e presos de forma firme, é menos provável que se desfaça ao longo do dia. O segredo está na preparação adequada do cabelo, que deve começar limpo e liso, e na fixação com um produto de styling que controle o frizz e o mantenha polido.

“Quanto à manutenção, recomendo ter à mão alguns acessórios essenciais, como ganchos e um fixador. Se notar que alguma parte do sleek bun está a desfazer-se, podes usar os acessórios para ajudar a manter tudo no lugar, sobretudo se houver condições climáticas adversas.”

As melhores formas de usar

Quanto ao stylist, os penteados “lisos e elegantes” como o de Sofia são os que estão mais populares, com uma risca ao meio e um coque baixo com nós pequenos. Porém, para quem prefere usar o cabelo solto pode optar por experimente “ondas descontraídas, com risca ao meio de orelha a orelha e presas por baixo do cabelo”, o que confere o mesmo efeito elegante ao visual.

A simplicidade do look resiste ao teste do tempo e, por isso, funciona em cabelos de comprimento médio e longo. Além disso, cai bem numa variedade de vestidos de noiva (ou de cerimónia, no caso das convidadas), quer prefira um slip dress mais contemporâneo ou um vestido de baile à moda antiga.

De acordo com o profissional, “é um estilo clássico e simples, mas que dá para elevar com detalhes de acordo com a roupa, seja mais clássica ou romântica”. Se for um look mais liso, acaba por ser mais gráfico e menos romântico. Caso seja mais marcado, “consegue-se esse romantismo de forma imediata.”

Outra das vantagens é que o estilo faz parte da seleção de penteados que conseguem tirar-nos anos de vida. Além de simples e rápido de fazer, tem um efeito lifting no rosto para que, no grande dia, possa parecer mais nova.

Apesar do sucesso, levantaram-se vários debates sobre como o estilo pode ser um inimigo da saúde capilar. Como é bastante apertado, e implica uma pressão excessiva, o cabelo “fica mais propenso a ficar quebradiço e à irritação do couro cabeludo”, explica. Além dos potenciais danos, como as pontas espigadas, os danos são irreversíveis. 

No entanto, os danos não surgem se fizer o penteado “a cada duas semanas” ou mais pontualmente. O penteado apenas se torna um problema se o fizer de forma quase diária, pois a pressão contínua na mesma área leva à fadiga. E, “se a humidade penetra o cabelo de forma excessiva, pode causar inchaço.”

Em alternativa, também “pode optar por um coque ou rabo de cavalo mais solto e despenteado”, que causa menos pressão no couro cabeludo. No final, o resultado pode não ser tão polido — mas a sua saúde capilar agradece.

Carregue na galeria para retirar inspiração de outros penteados populares para os casamentos de 2024.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT